28/07
CBOT
BM&F

Soja
US$ 12,39 (AGO14)
R$ 68,04 (AGO14 )

Milho
US$ 3,68 (SET14)
R$ 24,49 (NOV14 )



RS: Sistema de irrigação de R$ 33 é implantado no Território da Cidadania

Visitas: 1358

RS: Sistema de irrigação de R$ 33 é implantado no Território da Cidadania
25/11/11 - 12:03 
Garrafa pet, mangueira de jardim, estaca de madeira. Esses são os principais componentes do criativo sistema de irrigação que começa a ser implantado pela Emater/RS-Ascar no Território da Cidadania Noroeste Colonial. Em pelo menos dois dos 34 municípios que fazem parte do Território, as hortaliças estão sendo irrigadas sem esforço físico e sem onerar o bolso do pequeno produtor.

Em Condor, a família Weiss, uma das 116 famílias de pequenos agricultores atendidas no município pelos extensionistas da Emater/RS-Ascar, Roseli Seitefuss e Arnoldo Baierle, pagou R$ 33,00 reais pelo sistema de irrigação. Os componentes adquiridos em loja de material de construção foram as conexões. “A mangueira de jardim a gente já tinha em casa”, contou a filha, Adriane.

Na quinta-feira, a horta da matriarca, Anilda Weiss, ficou cheia de gente interessada, como o prefeito José Francisco Cândido, em conferir o êxito de mais uma das estratégias adotada pelos extensionistas para estimular a produção de alimentos nas pequenas propriedades rurais. “No começo do trabalho, havia famílias que não tinham nada, agora já têm um ou dois canteiros”, comemorou a extensionista da Emater/RS-Ascar.

A horta diversificada dos Weiss foi usada como pano de fundo e reforçou visualmente a mensagem transmitida por Seitefuss. “Na horta doméstica temos produtos frescos, com qualidade e variedade e isso é segurança alimentar”, disse.

Quem pensava que irrigar sai mais caro do que comprar hortaliça no supermercado mudou de ideia quando Seitefuss revelou as contas. Para irrigar uma horta de 30m² seriam necessários aproximadamente 7.200 litros de água ao mês, custo de R$ 10,80. Com esse dinheiro a extensionista mostrou, sobre a mesa, o que foi possível comprar no supermercado: um repolho, dois pés de alface, um pé de brócolis e 1,5 de cenoura, pouco para quem pretende se alimentar com qualidade durante um mês. “Precisamos valorizar estas ações, quem está aqui vai sentir a diferença do antes e depois”, elogiou o prefeito Cândido.

Como funciona

Uma ponta da mangueira fica presa na torneira de casa. Na outra ponta, é colocada uma garrafa pet, cheia de furinhos. Ao ligar a torneira, a água que enche a garrafa pet é esguichada, semelhante a um aspersor industrial. Para funcionar corretamente, a garrafa deve ficar presa a uma estaca de madeira, na altura que o produtor desejar.

Notícias Relacionadas

29/07/14 » Climatempo prevê calor e pouca chuva no interior potiguar
29/07/14 » Itaqui prepara o 1º Feirão da Agricultura Familiar
29/07/14 » Piá e Bayer doam 4,5 mil litros de leite para entidades beneficentes
29/07/14 » Produção leiteira regional será debatida em Seminário em Hulha Negra
29/07/14 » Preço pago pelo quilo do suíno vivo está estável em SP e sobe pouco no RS

Comentários

Comente esse conteúdo preenchendo o formulário abaixo e clicando em enviar






- Opiniões expressas nesse ambiente são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representam o posicionamento do Portal Agrolink.

Até o momento não houve nenhum comentário para esse conteúdo.