26/08
CBOT
BM&F

Soja
US$ 10,74 (SET14)
R$ 52,69 (MAI14)

Milho
US$ 3,55 (SET14)
R$ 24,2 (NOV14 )



Escolha a cultura e digite o nome (ou parte) do problema

Ferrugem das roseiras

(Phragmidium rosae-pimpinellifoliae)

A ferrugem das roseiras é uma doença de rara constatação, pois atualmente a maioria das variedades cultivadas é resistente. O fungo ocorre nas folhas e outras partes verdes debilitando a planta e comprometendo seu valor ornamental. Em casos de maior severidade, causa desfolha.

A ocorrência da doença é favorecida com tempo quente e úmido, sendo que esse é o clima predominante durante quase toda a fase vegetativa das roseiras. Ocorre em todo o mundo e, no Brasil, está presente nos estados da Regiões Nordeste, Sul e Sudeste.

Danos: A ferrugem das roseiras provoca queda das folhas no estágio mais severo. Causando também enfraquecimento da planta, queda de produção e predisposição ao ataque de outros patógenos. São os órgãos mais comumente infectados, caracterizando-se pelo aparecimento de manchas cloróticas amarelas ou avermelhadas na face superior. Na face inferior há a formação de numerosas pústulas que produzem uma grande quantidade de esporos (uredosporos) que são visualizados como um pó amarelo/alaranjado que cobre grande parte da folha. Em estágios mais adiantados da doença aparecem pontuações escuras ou negras nas pústulas, devido a formação de esporos sexuais (teliósporos). Podem aparecer pústulas em pecíolos, estípulas, receptáculos, sépalas e ramos novos.

Controle: Uso de variedades resistentes é a medida mais efetiva de controle. Em cultivares menos resistentes deve-se realizar podas com a eliminação e destruição das partes afetadas, recolhimento e queima das folhas caídas; espaçamentos mais largos entre as linhas de cultivo, podas de forma a deixar as plantas abertas, arejadas e ensolaradas, adubação rica em Fósforo e Potássio. Nos caso de repetidos surtos da doença, realizar rotação de cultura. Controle químico com o uso de Fungicidas a base de Óxido cuproso registrados para a cultura.


Culturas afetadas que possuem controle com Agroquímicos registrados no MAPA


Fotos do problema



Deseja informações de quais produtos utilizar para tratar esse problema?
Consulte o AgrolinkFito clicando aqui, lá você encontrará a lista de todos os produtos recomendados para tratamento. A consulta ao sistema é Gratuita.