17/02
CME
BM&F

Soja
10,43 (17/02)
n.d.

Milho
3,73 (17/02)
34,12 (17/02)

Notícias


Como implantar e manter um quintal agroflorestal

Visitas: 2304

Como implantar e manter um quintal agroflorestal
17/05/10 - 17:26 
Composição da vegetação e da estrutura dos hortos caseiros ou quintais agroflorestais e seus benefícios
 
O quintal agroflorestal é a área destinada ao plantio de um conjunto de espécies de plantas, como fruteiras, palmeiras, ornamentais, além de cultivos alimentares e criação de animais domésticos, geralmente localizado em torno da casa dentro de uma propriedade rural. Os quintais têm importantes funções como ecológica, de segurança alimentar e fonte de renda para o agricultor. No Prosa Rural desta semana, o pesquisador Aderaldo Gazel, da Embrapa Amapá (Macapá/AP), dá dicas de como criar e manter um quintal agroflorestal.

“No quintal agroflorestal, o agricultor tem a oportunidade de fazer adaptações de mudas adquiridas, por exemplo, de propriedades vizinhas. Normalmente, o quintal é mantido com a finalidade de consumo para a família e o excedente é comercializado em feiras”, esclarece o pesquisador da Embrapa Amapá.

O quintal agroflorestal é formado espontaneamente pelo agricultor, dispensando o plantio em linhas e espaçamentos. “A orientação técnica é sempre bem-vinda, mas o quintal é um sistema complexo e dinâmico, formado de acordo com a necessidade do agricultor e a disponibilidade de insumos”, complementa.

Segundo Gazel, uma das vantagens do quintal é a utilização intensiva do espaço. “Na mesma área, o agricultor aproveita desde ervas, arbustos, hortaliças até árvores mais altas. Ele organiza a vegetação, conforme a sua necessidade. Essa mistura de espécies pode contribuir para menor ocorrência de pragas e doenças”. exemplifica. O uso da mão-de-obra familiar também é outra vantagem dos quintais agroflorestais, além da produção de lenha, resultado da poda das árvores.

Nos quintais, também não se verifica problemas de erosão, pois o solo está sendo coberto por folhas caídas dos plantios. Há estudos, ainda, que indicam que os quintais agroflorestais podem produzir até 44% das necessidades de caloria da família, 32% de proteínas e 20 a 30% da renda anual familiar. “Em todas as propriedades que estudamos, verificamos que os quintais disponibilizavam a quantidade necessária de vitamina C que as famílias necessitavam”, destaca o pesquisador durante a entrevista concedida ao Prosa Rural.

O Prosa Rural é o programa de rádio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O programa conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Responsável: Dulcivânia de Freitas  - Embrapa Amapá


Embrapa Informação Tecnológica

Notícias relacionadas

20/02/17 » Tecnologia otimiza eficiência da adubação e reforça potencial produtivo da cana-de-açúcar
20/02/17 » Mandioca/Cepea: Com demanda reduzida, média cai 5% em sete dias
20/02/17 » Milho/Cepea: Com avanço da colheita e recuo comprador, preços seguem em queda
20/02/17 » Alface/Cepea: Após duas semanas de alta, preços caem na ceagesp
20/02/17 » Soja/Cepea: Câmbio e possível safra recorde pressionam cotações

Comentários

Comente esse conteúdo preenchendo o formulário abaixo e clicando em enviar






- Opiniões expressas nesse ambiente são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente representam o posicionamento do Portal Agrolink.

Até o momento não houve nenhum comentário para esse conteúdo.


Colunistas | Eventos  | Cadastre-se  | Agrotempo  | Feiras e Fotos  | Vídeos
Ip: 54.166.5.230 Cod: -1 Est: -1 Cid: -1

 
Fale Conosco
Em que podemos ajudá-lo?