Conheça detalhes de inseticida com novo ingrediente ativo

ENTREVISTA

Conheça detalhes de inseticida com novo ingrediente ativo

Importante ferramenta para o manejo de pulgão (Aphis gossypii) e mosca-branca (Bemisia tabaci)
Por: -Leonardo Gottems
6711 acessos

Luís Fernando Straioto, gerente de marketing de Algodão e Feijão da BASF, antecipa nesta entrevista detalhes sobre o lançamento do inseticida com novo ingrediente ativo denominado Inscalis. A tecnologia deve ser lançada nos próximos anos no Brasil para o controle de insetos sugadores.

“Esta nova molécula será uma importante ferramenta para o manejo de pulgão (Aphis gossypii) e mosca-branca (Bemisia tabaci), evitando prejuízos nas lavouras de algodão”, afirma Straioto. Confira a entrevista (publicada originalmente no portal chinês Agropages):

Quais soluções para proteção de cultivos estão sendo lançadas pela BASF?

Estamos trazendo duas novas ferramentas para manejo de insetos no cultivo a partir dessa safra para o algodão. Um dos novos produtos se chama Verismo (Metaflumizone) e atua no controle de lagartas, que possui a biotecnologia mas precisa de um complemento. Para a próxima safra nós estamos trazendo informações sobre um novo produto. 

Trata-se de uma nova molécula, chamada Inscalis, com um novo mecanismo de ação para controle de insetos sugadores, principalmente para pulgão e mosca branca. Esse produto visa ter uma melhor eficiência de controle do que os produtos atuais e também uma proteção contra viroses, quando o inseto entra em contato com o produto ele paralisa a alimentação e para de transmitir a virose.

Quais são os diferenciais dessa nova molécula?

O novo mecanismo de ação serve para a rotação de produtos para o controle de pragas nos cultivos, com isso visa minimizar a resistência dos insetos aos produtos. O Inscalis é inovador porque age com poucas horas a partir da aplicação e também faz com que o inseto pare de se alimentar, parando de transmitir viroses para as plantas, garantindo a produtividade da lavoura.

Fala mais sobre o portfólio da BASF, que é bem robusto, para o algodão

A BASF tem desde a semente até a parte de proteção de cultivos, visando atender todas as necessidades do cotonicultor, nós temos uma linha completa de fungicidas, inseticidas e reguladores de crescimento para o manejo da lavoura de algodão visando atender as necessidades do produtor com alta performance para ele ter uma produtividade e uma longevidade no cultivo.

Vem aí uma nova tecnologia que pode auxiliar na crescente resistência das plantas daninhas ao glifosato. Qual o objetivo disso?

Nós temos algumas novas tecnologias de semente, novas moléculas, fazendo com que exista uma eliminação com eficiência para ervas daninhas, sem mato-competição com a cultura e, no final do ciclo, entregando uma lavoura limpa, que não tenha um banco de sementes para estar infestando o solo para futuras culturas.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink