Biológico

FMC lança bionematicida Quartzo

Recomendado para qualquer cultura

A FMC Agricultural Solutions anunciou nesta quarta-feira (15.03) o lançamento do Quartzo, um produto biológico para controle de nematoides em diversas culturas. De acordo com a fabricante, o produto possui alta eficácia e é recomendado para qualquer cultura com presença de Nematoide-das-lesões (Pratylenchus zeae e P. brachyurus) e Nematoides-das-galhas (Meloidogyne incognita e M. javanica).

Produto biológico com baixa toxicidade, o Quartzo possui formulação WG e alta concentração, bem como múltiplos mecanismos de ação, oriundos da atuação sinérgica entre as bactérias Bacillus subtilis e Bacillus licheniformis. Segundo a FMC, o bionematicida pode ser aplicado tanto no momento do plantio como no transplante de mudas, durante o ciclo de cultivo ou mesmo após a colheita. 

“O produto é de origem biológica, além de ser mais seguro e de fácil manuseio. Possui baixo impacto na flora microbiana do solo, é altamente eficaz no manejo de nematoides, criando um biofilme protetor ao redor da raiz, que otimiza a absorção de água e nutrientes, culminando com o aumento de produtividade” comenta Ronaldo Pereira, Vice Presidente FMC América Latina. 

Pereira se diz “confiante que Quartzo será excelente no manejo integrado de pragas e manejo de resistência, é de fácil manuseio e seguro ao aplicador e ao meio ambiente. Uma ferramenta poderosa no auxílio do processo de certificações internacionais e contribui para qualquer cultivo agrícola expressar o seu potencial”. 

Os chamados Nematoides-das-lesões vêm constituindo-se num dos principais desafios para o agricultor, uma vez que provocam lesões nas raízes que servem como ‘porta de entrada’ para bactérias e fungos causadores de necroses e podridões. Devido a sua ampla distribuição geográfica e número de plantas hospedeiras, esse nematoides os representam grande risco econômico.

Afetando o sistema radicular, os Nematoides-das-galhas diminuem a absorção de água e nutrientes, reduzindo o crescimento e provocando amarelecimento das folhas. Com isso, a planta acaba tendo prejuízos qualitativos e quantitativos na produtividade.
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos