Inseticida de novo grupo químico sai em Novembro

ENTREVISTA

Inseticida de novo grupo químico sai em Novembro

Entrevista com Thomas Scott, líder de Inseticidas da Corteva
Por: -Leonardo Gottems
5091 acessos

A Corteva Agriscience lançou recentemente o inseticida Closer SC, que acaba de receber aprovação comercial no Brasil. Formulado a partir da tecnologia Isoclast active, o produto pertence a um novo grupo químico (sulfoxaminas). 

Nesta entrevista (publicada originalmente no portal chinês Agropages), o líder de Inseticidas da Corteva, Thomas Scott, revela que o produto estará disponível em novembro. Ele fala sobre o modo de ação diferenciado do defensivo, que será uma importante ferramenta para o manejo integrado de pragas (na cultura do algodão, é recomendado para o controle de Aphis gossypii) e de resistência.

Fale sobre o lançamento do inseticida Closer

O Closer é o nosso novo inseticida para controle de pulgões (Aphis gossypii) na cultura do algodão. Ele é produzido a base da tecnologia Isoclast active, que é um novo grupo químico que tem um modo de ação diferenciado. As características e atributos desse produto, para o contexto do cotonicultor, são muito interessantes. 

Pensando no mercado de pulgão que é específico para a atuação do Closer, nós teremos algumas características como a ação de choque, um longo período de controle, seletividade aos inimigos naturais dentro das dosagens recomendadas e não desequilibrar ácaros.

Qual é um dos principais diferenciais desse inseticida? 

O Closer pode ser aplicado com uma baixíssima dose, porque são 60 ml por hectare do produto comercial. Isso dá um ingrediente ativo de 14 gramas por hectare, porque é um produto muito potente para o controle de pulgões. Então acreditamos que vamos contribuir muito para esse mercado que talvez tenha só dois ou três produtos com grupos químicos diferentes do Closer. Por isso, acreditamos que viemos para compor e ajudar o cotonicultor a fazer o manejo integrado de pragas, o manejo da resistência e um controle da lavoura.

Quando vai estar disponível?

Já vai estar disponível a partir de novembro deste ano de 2019, ou seja, para a próxima safra. Nós obtivemos o registro há pouco tempo no Brasil, e temos ainda que obter os cadastros estaduais, e só então a partir de novembro é que ele estará liberado.

Uma nova molécula é tudo que o Brasil precisa?

Esse produto já está registrado em 82 países. Trata-se de uma tecnologia nova e que está disponível para o produtor, e isso é muito importante. Não é fácil achar grupos químicos novos, modo de ação diferenciado, isso é importante pensando no manejo integrado de pragas e resistência.

O que vocês estão projetando já no médio e longo prazo?

Estamos lançando essa tecnologia, que é composta pelo Closer e pelo Expedition para este ano e o nosso pipeline tem alguns inseticidas que devem estar vindo nos próximos anos, mas vai depender um pouco do processo normal que tramita para o registro.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink