Ministro da Tailândia quer proibir glifosato este ano

MAIS UM

Ministro da Tailândia quer proibir glifosato este ano

Além da União Europeia, alguns outros países como o Vietnã, também proibiram o Glifosato
Por: -Leonardo Gottems
304 acessos

Os três produtos químicos tóxicos usados como herbicidas, o paraquat, o glifosato e o clorpirifos, devem ser proibidos neste ano na Tailândia, disse o ministro da Saúde Pública Anutin Charnvirakul nesta terça-feira. "Eu gostaria de perguntar se temos que esperar que mais pessoas morram", ele afirmou. 

Anteriormente, o Ministério da Agricultura era contra a proibição total dos três herbicidas amplamente utilizados, alegando que a retirada súbita do uso afetaria adversamente os agricultores. Em vez disso, o ministério optou por treinar os agricultores no seu uso adequado para garantir a saúde e segurança dos agricultores e consumidores. 

Grupos de consumidores, no entanto, estão exigindo que as substâncias sejam proibidas de imediato, citando seus possíveis efeitos nocivos sobre os seres humanos e o meio ambiente. Anutin também rejeitou um relatório segundo o qual o Ministério Público da Saúde aumentará o pagamento de um milhão de voluntários de saúde em todo o país, acrescentando que os voluntários só receberão aumentos quando cumprirem suas responsabilidades como funcionários de saúde da linha de frente. de reduzir o número de pacientes que procuram tratamento em hospitais estaduais. 

Ele disse que, se os voluntários de saúde desses locais fossem eficazes na prestação de serviços básicos de saúde, os custos de saúde do país seriam reduzidos substancialmente. 

Além da União Europeia, alguns outros países como o Vietnã, também proibiram o Glifosato, que vem levantando muitas polêmicas ao redor do mundo, depois que um júri dos Estados Unidos resolveu atestar que o produto é carcinogênico, mesmo com a Bayer atestando que o produto é seguro para a saúde humana. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink