Cigarrinha ou (Dilobopterus costalimai)

Cigarrinha

(Dilobopterus costalimai)

Culturas Afetadas: Citros

A cigarrinha Dilobopterus costalimai, quando adulta, mede cerca de 8 mm de comprimento, tem a cabeça e o pronoto de coloração amarela-escura, com manchas pretas e as asas anteriores são escuras. Como os demais cicadelídeos, apresenta uma fileira de “espinhos” na tíbia das pernas posteriores. As ninfas são de cor amarela clara, com faixas escuras na face dorsal da cabeça, tórax e abdome.

Danos: Tem por hábito alimentar-se de brotações novas e tenras da planta e, algumas vezes, de folhas novas. Dificilmente é vista em pomares que não tenham vegetações novas. Cigarrinha transmissora da clorose variegada dos citros (CVC) causada pela bactéria Xylella fastidiosa.

Controle: O uso de inseticidas sistêmicos aplicados via tronco ou solo vem apresentando um bom controle das cigarrinhas com baixo impacto ao ambiente.

Deslize o dedo na tabela abaixo para movê-la horizontalmente