Bula Baculo-Soja

acessos
Baculovírus Anticarsia
6897
Novozymes

Composição

Baculovirus anticarsia 6 g/kg Inseticida biológico

Classificação

Inseticida biológico
IV - Pouco tóxico
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Pó molhável (WP)
Ingestão
Soja Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Lagarta da soja
(Anticarsia gemmatalis)
20 g.p.c./ha - - Reaplicar caso necessário. Não determinado. No máximo 20 lagartas / m linear ou 40 lagartas / pano de batida

Embalagem plástica de polietileno transparente para 20 g, 50 g ou 200 g, acondicionadas em sacos de polietileno transparente para 1 Kg.

INSTRUÇÕES DE USO:
BACULO ® - SOJA é um inseticida biológico extraído da natureza, à base de Baculovirus anticarsia, específico para o controle da lagarta da soja Anticarsia gemmatalis.

CULTURA:Soja
PRAGA: Lagarta-da-soja
NOME CIENTÍFICO: Anticarsia gemmatalis
DOSE: 20 g/ha

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO:
A aplicação do BACULO® - SOJA deve ser feita para as lagartas ainda pequenas (menores que 1,5 cm) na maioria, quando forem encontradas, no máximo, 20 lagartas por metro linear de soja ou 40 lagartas por pano de batida. O número de lagartas grandes não deve ultrapassar a 10 por pano, observando-se um número máximo de 40 lagartas (10 grandes + 30 pequenas).
Reaplicar em caso de reinfestação, mas observando as limitações de uso e outras restrições.

MODO DE APLICAÇÃO:
Pulverizador tratorizado – Aplicar em pulverização em mistura com água, realizando uma pré-mistura com um pouco de água e agitando vigorosamente. Em seguida adicionar esta suspensão diretamente no pulverizador em agitação.

TIPO DE BICO CÔNICO: D - 23
D - 25
PRESSÃO (LIB/ POL2): 60
VELOCIDADE (km/h): 5
ESPAÇAMENTO ENTRE BICOS (m): 0,5
VOLUME CÔNICO (L/ha):120/ 170

A critério do Engenheiro Agrônomo outras formas de aplicações podem ser propostas, desde que, estes equipamentos para aplicação (terrestre ou aérea) proporcionem uma excelente cobertura das folhas da soja com reduzida perda por deriva.

INTERVALO DE SEGURANÇA: Sem restrições.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS: Não ha.

LIMITAÇÕES DE USO:
Fitotoxidade: Não há.

Outras restrições: O produto não deve ser aplicado quando:
- A população de lagartas (pequenas + grandes) for superior a 20 por metro linear ou 40 por pano de batida;
- A maioria das lagartas for grande (maiores que 1,5 cm);
- A desfolha da lavoura já tiver 30% na fase vegetativa ou 15% após a floração;
- Ocorrer, junto com a Anticarsia gemmatalis, outros insetos-pragas que precisem ser controlados;
- A soja estiver em formação de vagens (canivetinhos).

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana - ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente - IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre MIP, provenientes da pesquisa publica ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

Qualquer agente de controle de inseto pode ficar menos efetivo ao longo do tempo se o inseto alvo desenvolver algum mecanismo de resistência. Implementando as seguintes estratégias de manejo de resistência a inseticidas (MRI) poderíamos prolongar a vida útil dos inseticidas:
* Qualquer produto para controle de inseto da mesma classe ou modo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga.
* Utilizar somente as dosagens recomendadas no rótulo/bula.
* Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o MRI.
* Incluir outros métodos de controle de insetos (ex. Controle Cultural, Biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado.