Bula Benzo - Prentiss

Bula Benzo

Benzoato de Emamectina
0012/17-E/0018/17-E
Prentiss

Composição

Benzoato de Emamectina 200 g/kg

Classificação

Inseticida
1 - Produto Extremamente Tóxico
I - Produto extremamente perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Granulado Solúvel (SG)
Contato, Ingestão, Larvicida

Algodão

Helicoverpa armigera (Helicoverpa)

Milho

Helicoverpa armigera (Helicoverpa)

Soja

Helicoverpa armigera (Helicoverpa)

Embalagens de 1 kg.

Modo de aplicação
Lagarticida do grupo químico avermectina, de ação de contato e ingestão que contém o ingrediente ativo Benzoato de Emamectina, 200 g/kg apresentado na forma de granulado solúvel (SG). Sua utilização é restrita aos Estados que decretam emergência fitossanitária devido ao ataque da praga Helicoverpa Armigera.
É restrito para controle emergencial conforme determina a Portaria SDA/MAPA n° 42 de 05/03/2013 e Instrução Normativa NR 13, de 03/04/2013, para Helicoverpa spp.
Indicado para o controle de pragas nas culturas de Soja, Algodão e Milho.
O produto deve ser aplicado diluído em água somente nas doses recomendadas.
Equipamentos
Aplicação tratorizada ou através de aeronaves agrícolas.
Intervalo de segurança
Algodão, milho e soja: 30 dias

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

Qualquer agente de controle de insetos pode ficar menos efetivo ao longo do tempo se a praga-alvo desenvolver algum mecanismo de resistência. Implementando-se as seguintes estratégias de manejo de resistência a inseticidas (MRI) pode-se prolongar a vida útil dos inseticidas:
- Qualquer produto para controle de inseto da mesma classe ou modo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga;
- Utilizar somente as doses recomendadas no rótulo/bula;
- Em caso de dúvidas, consultar sempre um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o Manejo de Resistência a Inseticidas (MRI);
- Incluir outros métodos de controle de insetos (Ex.: Controle Cultural, Biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponível e apropriado;
- Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para a orientação sobre as recomendações locais para o manejo de resistência.