Bula Ronstar SC

acessos
Oxadiazon
16488
Bayer

Composição

Oxadiazona 400 g/L Oxadiazolona

Classificação

Herbicida
III - Medianamente tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Seletivo, Não sistêmico
Arroz Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Capim arroz
(Echinochloa crusgalli)
2,5 L p.c./ha 200 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) - - Plantas daninhas com no máximo 3 folhas
Capim arroz
(Echinochloa cruz-pavonis)
2,5 L p.c./ha 200 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) - - Plantas daninhas com no máximo 3 folhas
Capim arroz
(Echinochloa colona)
2,5 L p.c./ha 200 a 400 L de calda/ha 40 a 50 L de calda/ha (aéreo) - - Plantas daninhas com no máximo 3 folhas

balagens: 1, 5, 20 e 50 litros.

RONSTAR SC é um herbicida na forma de suspensão concentrada que atua no controle de ervas daninhas que ocorrem na cultura do arroz irrigado.

FORMA DE APLICAÇÃO: Pode ser aplicado com pulverizadores costais manuais, equipamentos tratorizados e aeronaves agrícolas. Aplicar na pré-emergência das ervas daninhas.

BICOS DE PULVERIZAÇÃO: Equipamentos aéreos:Aeronaves equipadas com barra e bicos. Bicos de jato leque da série 8015 ou 8020. A barra de pulverização do avião Ipanema (qualquer modelo) deverá ter no conjunto total de 40-42 bicos, estando fechados os das extremidades em número de 4-5 bicos em cada ponta de asa. O ângulo da barra deverá ser entre 130° a 180° em relação à linha de vôo e de acordo com a variação das condições climáticas locais. A pressão de trabalho se situará entre 15 a 30 psi de maneira a obtermos uma deposição mínima de 20 gotas/cm² com gota de um VMD entre 430-480 micras. Equipamentos terrestres: Utilizar bicos de jato leque da série 80° ou 110°. A barra de pulverização deverá ser posicionada à altura de 60 cm em relação ao alvo de deposição, de maneira que tenhamos um cruzamento de jato em cada extremidade do leque entre 10% da faixa de deposição. Faixa de deposição: Para aviões do tipo Ipanema (qualquer modelo) a faixa de deposição será de 15 m com o avião voando entre 4-5 m em relação ao alvo de deposição.Para equipamentos terrestres em pulverizadores equipados com barra e bicos, a faixa de deposição será limitada pelo comprimento da própria barra.

VOLUME DE APLICAÇÃO: Tratores: de 200-400 litros de calda/ha com uma pressão de trabalho máxima de 60 psi. Equipamentos aéreos: devemos utilizar, de 40-50 litros de calda/ha.

CONDIÇÕES CLIMÁTICAS: Temperatura máxima: 27ºC. Umidade relativa do ar: mínimo 55%. Velocidade do vento: máximo 10 km/hora (3m/seg). As aplicações com qualquer tipo de equipamento, observar as condições climáticas recomendadas, considerando que a umidade relativa do ar é o fator mais importante, já que determina uma maior ou menor evaporação das gotas ocasionando uma deposição irregular ou desvio acentuado do alvo desejado.

INÍCIO, NÚMERO E ÉPOCA DE APLICAÇÃO: Aplicar a dosagem recomendada do produto, após a semeadura, em pré ou pós-emergência da cultura e na pré-emergência das ervas daninhas (quando estiverem com no máximo 2 folhas). Proceder as irrigações normais de acordo com as necessidades da cultura. No entanto, em períodos de estiagem prolongada, deve-se dar "banho" na lavoura, criando assim condições para uma boa ação do produto.

LIMITAÇÕES DE USO: Período de carência: Intervalo de segurança não determinado devido a modalidade de emprego.Fitotoxicidade: Na cultura e dose recomendada, o produto não causa nenhuma fitotoxicidade.

PRECAUÇÕES NO MANUSEIO: Medidas Gerais e Primeiros Socorros: Leia e siga as instruções do rótulo. Durante a manipulação, preparação da calda ou aplicação, use macacão com mangas compridas, chapéu impermeável de abas largas e botas. Mantenha o produto afastado de crianças e animais domésticos. Não coma, beba ou fume durante o manuseio ou aplicação do produto.Mantenha o produto afastado de alimento ou de ração animal.Não contamine lagos, fontes, rios e demais coleções de água, lavando as embalagens ou aparelhagens aplicadoras, bem como lançando lhes seus restos. Mantenha a embalagem original sempre fechada e em lugar seco e ventilado.Inutilize e enterre profundamente as embalagens do produto. Mantenha afastado das áreas de aplicação, crianças, animais domésticos e pessoas desprotegidas por um período de 7 dias após a aplicação do produto.Não utilize equipamento com vazamentos. Não desentupa bicos, orifícios, válvulas, tubulações etc. com a boca. Uso exclusivamente agrícola. Após a utilização do produto remova as roupas protetoras e tome banho. Não dê nada por via oral a uma pessoa inconsciente.Distribua o produto da própria embalagem, sem contato manual. Procure imediatamente assistência médica em qualquer caso de suspeita de intoxicação. Aplique somente as doses recomendadas. Não distribua o produto com as mãos desprotegidas, use luvas impermeáveis. Mantenha a embalagem longe do fogo. Em caso de ingestão acidental provoque vômito e procure imediatamente um médico levando a embalagem ou o rótulo do produto. Evite a inalação ou aspiração do produto. Manuseie o produto em local arejado. Evite o contato com a pele. Caso isso aconteça, lave imediatamente as partes atingidas com água e sabão em abundância e se houver sinais de irritação procure o médico. Evite o contato com os olhos. Caso isso aconteça, lave-os imediatamente com água corrente durante 15 minutos e se houver irritação procure um médico levando a embalagem ou o rótulo do produto.

SINTOMAS DE ALARME: Os sintomas de alarme são desconhecidos no homem.

ANTÍDOTOS E TRATAMENTO: Antídoto desconhecido. Tratamento sintomático.

Não avaliado pelo IBAMA - Registro Decreto nº 24.114/34.

Sempre que houver disponibilidade de informações sobre programas de Manejo Integrado, provenientes da pesquisa pública ou privada, recomenda-se que estes programas sejam implementados.

O uso continuado de herbicidas com o mesmo mecanismo de ação pode contribuir para o aumento da população de plantas infestantes resistentes a produtos com este mecanismo de ação. Como prática de manejo de resistência de plantas espontâneas, deverão ser aplicados, alternadamente, herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Os herbicidas deverão estar registrados para a cultura. Não havendo produtos alternativos, recomenda-se a rotação de culturas que possibilite o uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação. Para maiores esclarecimentos consulte um Engenheiro Agrônomo.

Compatibilidade

Incompatível com produtos de reação alcalina.