Bula Royal MH SL

acessos
Hidrazida malêica
4494
Arysta Lifescience

Composição

Hidrazida Malêica 180 g/L Piridazinadiona

Classificação

Regulador de crescimento
II - Altamente tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não Classificado
Concentrado Solúvel (SL)
Regulador de crescimento
Alho Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Regulador de crescimento
(Regulador de crescimento)
12 L p.c./ha 400 L de calda/ha - Reaplicar. 7 dias. 4 a 6 folhas verdes, aproximadamente 15 dias antes da colheita
Batata Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Regulador de crescimento
(Regulador de crescimento)
18 L p.c./ha 400 a 600 L de calda/ha - Reaplicar. Não determinado. Tubérculos tipo "Especial" estiverem com 3,5 cm de diâmetro e / ou 60 a 70 % do ciclo da cultura até a época ideal para desrama
Cebola Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Regulador de crescimento
(Regulador de crescimento)
12 L p.c./ha 400 L de calda/ha - Reaplicar caso necessário. Não determinado. Plantas apresentarem pescoço mole e o tombamento não seja superior a 25 - 30 % das plantas
Fumo Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Regulador de crescimento
(Regulador de crescimento)
4 % 100 L de água - Único. Não determinado. Máximo 24 h após o desponte

Embalagens: 5, 10, 20 e 25 L.

ROYAL MH® SL é um regulador de crescimento de ação sistêmica, para ser utilizado no controle de brotações indesejáveis (brotos ladrões) na cultura do FUMO, e inibir o desenvolvimento de brotos em tubérculos/bulbos de BATATA, ALHO e CEBOLA durante o período pós-colheita, permitindo um major prolongamento do tempo de armazenagem. A ação anti-brotante do produto evita que bulbos/bulbilhos de alho e tubérculos de batata, remanescentes na lavoura, germinem no período apos a colheita.

Dose, época de aplicação e volume de calda:

CULTURA/EPOCA DE APLICACAO:
ALHO:12 L/ha com um volume de calda de 400 L/ha. Quando as plantas apresentarem no final
do ciclo, de 4-6 folhas verdes, o que ocorre aproximadamente 15 dias antes da colheita. OBSERVAÇÕES: Cortar periodicamente alguns bulbos armazenados e observar o desenvolvimento da brotação interna. A ocorrência de brotação de coloração verde intensa indica que nestes bulbos não houve a translocação do produto na quantidade necessária. Recomenda-se a venda do alho para consumo imediato, quando este broto atingir a metade do tamanho do bulbo.

BATATA: 18,5 L/ha com um volume de calda de 400-600 L/ha. Quando os menores tubérculos que serão colhidos e comercializados como tipo "Especial" apresentarem diâmetro de 3,5 cm, o que ocorre no terço fina do ciclo da cultura e/ou quando tiverem decorridos de 60 a 70% do ciclo da cultura até a época ideal para a desrama. Os tubérculos sobre os quais se deseja a ação do produto deverão estar ligados a planta mãe e em pleno desenvolvimento para que ocorra a translocação. OBSERVAÇÕES: A desrama (mecânica ou química) somente poderá ser realizada 2 semanas após a pulverização. Amostragem para determinação da época de aplicação: Tomar 10 amostras de 1 planta/ha, percorrendo a área plantada em forma de "X", observar o tamanho dos tubérculos e se estes estão ligados a planta mãe. Em condições de armazenamento desfavoráveis, aparecerão apos 30-45 dias, pequenas estruturas deformadas de coloração parda nos pontos de crescimento dos tubérculos que evoluem muito lentamente. Em condições favoráveis de armazenamento, estas estruturas, que são a malformação de brotos pelo efeito da aplicação do produto Poderão ter seu aparecimento retardado em ate 4-5 meses. A ocorrência de brotos nos tubérculos indica que nestes não houve a translocação do produto na quantidade necessária. Consulte um eng° agrônomo para determinação da época de aplicação em função da variedade cultivada.

CEBOLA: 12 L/ha com um volume de calda de 400 L/ha. Quando as plantas apresentarem
"pescoço mole", e o tombamento não seja superior a 25-30% das plantas. OBSERVAÇÕES: Cortar periodicamente alguns bulbos armazenados e observar o desenvolvimento da brotação interna. A ocorrência de brotação indica que nestes bulbos não houve a translocação do produto na quantidade necessária. Recomenda-se a venda da cebola para consumo imediato, quando o broto atingir a metade do tamanho do bulbo. Consulte um eng° agrônomo para determinação da época de aplicação em função das variedades cultivadas.

FUMO: 4% (Diluir 4 L do produto em 96 L de água). Dentro de 24 hs, no máximo, após o
desponte (corte manual das flores).OBSERVAÇÕES: PARA FUMOS CURADOS EM ESTUFA TIPO BURLEY, VIRGÍNIA e AMARELINHO: Caso a floração seja uniforme, efetuar o desponte
(capação) e arrancar as brotações manualmente. Aplicar o ROYAL MH® SL. Caso o período de floração seja amplo, vistoriar a plantação e capar as plantas de maturação precoce. Esperar até que as plantas cheguem a plena floração (1), despontar e eliminar as brotações de toda a cultura, aplicando ROYAL MH® SL. PARA FUMO ESCURO PARA CIGARROS: Quando a cultura apresentar floração uniforme fazer a capação na fase em que a maioria das plantas estiver em plena floração (1). Retirar também qualquer brotação com mais de 5 cm. Aplicar ROYAL MH® SL até 24 h após. (1) Por "Plena Floração" entende-se o estágio no qual 90% das plantas começaram a abrir suas primeiras flores.

Nota:
4 litros de produto comercial equivalem à 0,72 Kg do ingrediente ativo HIDRAZIDA
MALÊICA.
12 litros de produto comercial equivalem à 2,16 Kg do ingrediente ativo HIDRAZIDA
MALÊICA.
18,5 litros de produto comercial equivalem à 3,33 Kg do ingrediente ativo HIDRAZIDA MALÊICA.

NUMERO, EPOCA E INTERVALO DE APLICACAO: VIDE TABELA.

MODO DE APLICACAO / EQUIPAMENTOS:
ALHO, BATATA e CEBOLA:
Utilizar pulverizadores de barra tratorizados ou pulverizadores costais manuais ou motorizados. Empregar bicos tipo "cone", aplicando de forma a promover o completo molhamento das folhas verdes das plantas.

FUMO:
O produto deve ser aplicado somente por via terrestre, utilizando-se pulverizadores costais manuais. De acordo com as condições da cultura poderá ser usada uma das formas de aplicação abaixo citadas:
Pulverização: utilizar equipamento pulverizador com bico do tipo "cone vazio", aplicando de forma a cobrir uniformemente o terço superior da planta (8 a 10 folhas superiores).
- Esguicho: empregar pulverizadores costais manuais, dos quais tenham sido retiradas as ponteiras do bico, trabalhando com baixa pressão. Aplicar a calda no topo das plantas individualmente, no local do desponte, de maneira a escorrer pela haste.

INTERVALO DE SEGURANCA: suspender a aplicação 7 dias antes da colheita em alho e cebola e 14 dias antes da colheita em batata.
Fumo: Uso não Alimentar (UNA).

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E AREAS TRATADAS: de acordo com as recomendações aprovadas pelo Órgão responsável pela Saúde Humana -ANVISA / MS.

LIMITACOES DE USO:
• Não utilizar o produto através de sistemas de irrigação.
• Não misturar a outros defensivos agrícolas, e nem com espalhastes adesivos.
• Não aplicar o produto em lavouras destinadas a produção de sementes ou propagação.
• Não aplicar o produto em dias muito secos ou em condição de temperatura elevada, quando as folhas apresentarem murchamento.
• Evitar aplicações durante a noite. Procurar pulverizar pela manhã ou em dias nublados.
• Sendo o produto de ação sistêmica, é necessário que as plantas estejam em fase de intenso desenvolvimento e translocação, com folhas verdes e livres do ataque de pragas e doenças.
• Em plantas desenvolvidas sob condições adversas, stress hídrico, a absorção do produto será menor e os resultados esperados não deverão ser tão bons como aqueles obtidos em plantas sob condições de desenvolvimento normais.
• Não reaplicar o produto, mesmo em casos de chuva ou irrigação acidental logo apos a pulverização.
• A deriva da pulverização durante a aplicação é indesejável e poderá afetar lavouras vizinhas.

EM ALHO, BATATA e CEBOLA:
• Não aplicar o produto até pelo menos 24 horas antes de ocorrência de chuva ou irrigação por aspersão.
• Não aplicar antes da época recomendada. Uma aplicação adiantada, poderá gerar bulbos/tubérculos malformados.
• ROYAL® MH SL não protege os bulbos/tubérculos da ação de doenças e pragas durante o período de armazenamento. Portanto, é fundamental que o material para armazenamento seja de boa qualidade.
• Não se recomenda a aplicação do produto em variedades não indicadas ao armazenamento.

EM FUMO:
• Não deverão ser feitas aplicações, caso haja previsão de chuva (ou irrigação por aspersão) dentro de 6 horas.
• Para controle de rebrotes, aplicar sempre dentro da época indicada. Aplicação adiantada pode impedir o desenvolvimento normal das folhas superiores. Tratamentos tardios permitirão menor eficiência no controle das brotações indesejáveis.
• Plantas que tiverem suas brotações retiradas manualmente, e que tenham sido tratadas com o produto, terão maturação mais tardia do que aquelas das quais não tenham sido extraídos todos os rebrotes. Sob determinadas condições, as extremidades tratadas tendem a amarelar prematuramente. Esse aspecto não chega a ser prejudicial, mas atentar para que nessas condições não se considere a folha como estando no início de maturação. Para estabelecer o grau de maturação em plantios tratados com o produto, considerar outras características como:
• Descoloração da nervura central.
• Mudança na textura da folha.

FITOTOXICIDADE PARA AS CULTURAS INDICADAS:
Nas doses e épocas recomendadas, o produto não apresenta fitotoxicidade.
Uma aplicação antecipada do produto reduzirá a produtividade, causando tubérculos e bulbos malformados, sem valor comercial, que poderá ocorrer se a lavoura estiver demasiadamente heterogênea, com plantas em vários estágios de desenvolvimento.

OUTRAS OBSERVAÇÕES:
Consulte um engenheiro agrônomo para orientação de métodos de armazenamento das culturas para as diferentes regiões.

INFORMAÇÕES SOBRE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS: de acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana — ANVISA/MS.

INFORMAÇÕES SOBRE EQUIPAMENTOS DE APLICAÇÃO A SEREM USADOS: Vide Modo de Aplicação / Equipamentos.

DESCRIÇÃO DOS PROCESSOS DE TRÍPLICE LAVAGEM DA EMBALAGEM OU TECNOLOGIA EQUIVALENTE: de acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente — IBAMA/MMA.

INFORMACOES SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A Devolução, DESTINACAO, TRANSPORTE, RECICLAGEM, REUTILIZACAO E INUTILIZACAO DAS EMBALAGENS VAZIAS: de acordo com as recomendações aprovadas pelo Órgão responsável pelo Meio Ambiente — IBAMA/MMA.
INFORMACOES SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A DEVOLUÇÃO E DESTINACAO DE PRODUTOS IMPROPRIOS PARA UTILIZACAO OU EM DESUSO: de acordo com as recomendações aprovadas pelo Órgão respons6vel pelo Meio Ambiente — IBAMA/MMA.

INFORMACOES SOBRE MANEJO DE RESISTENCIA: não se aplica a este tipo de produto.

PRECAUÇÕES DE USO E RECOMENDAÇÕES GERAIS, QUANTO A PRIMEIROS SOCORROS, ANTÍDOTOS E TRATAMENTOS, NO QUE DIZ RESPEITO À SAÚDE HUMANA
De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana — ANVISA/MS.

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS DE
PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE
De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente — IBAMA/MMA.

RESTRIÇÕES ESTABELECIDAS POR ÓRGÃO COMPETENTE DO ESTADO, DISTRITO
FEDERAL OU MUNICIPAL
De acordo com as recomendações aprovadas pelos órgãos responsáveis.

PRECAUÇÕES DE USO E RECOMENDAÇÕES GERAIS, QUANTO A PRIMEIROS SOCORROS, ANTIDOTOS E TRATAMENTOS AO QUE DIZ RESPEITO A SAÚDE HUMANA

Antes de usar leia com atenção as instruções:

PRECAUÇÕES GERAIS:
Uso exclusivamente agrícola;
Não coma, não beba e não fume durante o manuseio do produto;
Não utilize equipamentos com vazamento;
Não desentupa bicos, orifícios e válvulas com a boca.
Não distribua produto com as mãos desprotegidas.

PRECAUÇÕES NO MANUSEIO:

Use protetor ocular;
O produto é irritante para os olhos;
Se houver contato com do produto com os olhos, lave-os imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS;
Use mascara cobrindo o nariz e a boca;
Produto perigoso se inalado ou aspirado;
Caso o produto seja inalado ou aspirado, procure local arejado e VEJA PRIMEIROS SOCORROS;
Use luvas de borrachas;
Produto irritante para a pele;
Ao contato do produto com a pele, lave-a imediatamente e VEJA PRIMEIROS SOCORROS;
Ao abrir a embalagem, faça-o de modo a evitar respingos;
Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga, óculos ou viseira facial, luvas, botas e avental impermeável;
Não fume, não coma, não beba durante o manuseio do produto.

PRECAUÇÕES DURANTE A APLICAÇÃO:

Evite o máximo possível, o contato com a área de aplicação;
Não aplique o produto contra o vento, nem na presença de ventos;
A pulverização do produto produz neblina. Use mascara com filtro cobrindo o nariz e a boca;
Use macacão com mangas compridas, chapéu de aba larga, óculos ou viseira facial, luvas, botas e avental impermeável;
Não fume, não coma, não beba durante a aplicação do produto.

PRECAUÇÕES APÓS A APLICAÇÃO:

Não reutilize a embalagem vazia;
Mantenha o restante do produto adequadamente fechado, em local trancado, fora do alcance de crianças e animais;
Tome banho, troque e lave as roupas.

PRIMEIROS SOCORROS:

Não dê nada por via oral a uma pessoa inconsciente;
Ingestão: provoque vômito e procure logo um medico, levando a embalagem, rotulo e bula ou receita agronômica do produto;
Olhos: lave com água em abundancia e procure um medico, levando a embalagem, rotulo e bula ou receita agronômica do produto;
Pele: lave com água e em abundancia e se houver sinal de intoxicação, procure um médico, levando a embalagem, rotulo e bula ou receita agronômica do produto;
Inalação: procure lugar arejado e se houver sinal de intoxicação, procure um médico, levando a embalagem, rotulo e bula ou receita agronômica do produto;
Antídoto: não especifico. Tratamento sintomático.

TRATAMENTO MÉDICO DE EMERGÊNCIA:
Em caso de ingestão ingerir água em abundância e provocar vômito. Evite bebidas alcoólicas.
Sintomas de alarme: irritação da pele e irritação dos olhos.

MECANISMO DE AÇÃO, ABSORÇÃO E EXCREÇÃO:
Quando a HIDROZIDA MALEICA dói administrada a ratos, para a principal via de eliminação foi via urina. A eliminação foi muito rápida, com mais de 80% de uma dose administrada tendo sido recuperada dentro de 24 horas.
Nenhuma diferença foi observada entre ratos machos e fêmeas, tanto em relação a dose, quanto na via de eliminação.

Efeitos agudos e colaterais:
DL50 oral (rato) > 5,0 g/Kg
Dl50 dérmica (rato albino): 2,0 g/Kg
Irritabilidade dérmica: levemente irritante
Sensibilidade dérmica: não sensibilizante

Efeitos crônicos:
Não são esperados efeitos crônicos no ser humano com o produto como resultado do seu uso agrícola, quando observadas as recomendações constantes na bula.

Este produto é:
PERIGOSO AO MEIO AMBIENTE (CLASSE III)
Evite a contaminação ambiental — Preserve a Natureza.
-Não utilize equipamento com vazamentos.
Não aplique o produto na presença de ventos fortes ou nas horas mais quentes. - Aplique somente as doses recomendadas.
- Não lave embalagens ou equipamento aplicador em lagos, fontes, rios e demais corpos d'água. Evite a contaminação da água.
- A destinação inadequada de embalagens ou restos de produtos ocasiona contaminação do solo, da água e do ar, prejudicando a fauna, a flora e a saúde das pessoas.

INSTRUÇÕES DE ARMAZENAMENTO DO PRODUTO, VISANDO SUA CONSERVAÇÃO
E PREVENÇÃO CONTRA ACIDENTES
-Mantenha o produto em sua embalagem original, sempre fechada.
- O local deve ser exclusivo para produtos tóxicos, devendo ser isolado de alimentos, bebidas ou outros materiais.
- A construção deve ser de alvenaria ou de material não combustível.
-O local deve ser ventilado, coberto e ter piso impermeável.
- Coloque placa de advertência com os dizeres: CUIDADO VENENO.
- Tranque o local, evitando o acesso de pessoas não autorizadas, principalmente crianças.
- Deve haver sempre embalagens adequadas disponíveis para envolver embalagens rompidas ou para o recolhimento de produtos vazados.
- Em caso de armazéns deverão ser seguidas as instruções constantes da NBR 9843 da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT.
Observe as disposições constantes da legislação estadual e municipal.

INSTRUCOES EM CASO DE ACIDENTES
- Isole e sinalize a área contaminada.
- Contate as autoridades locais competentes e a Empresa CROMPTON Ltda.: Telefone de emergência: 0800-771-1506.
- Utilize o Equipamento de Proteção Individual — EPI (macacão impermeável, luvas e botas de PVC, Óculos protetores e mascara com filtro).
- Em caso de derrame, estanque o escoamento não permitindo que o produto entre em bueiros, drenos ou corpos d'agua. Siga as instruções abaixo:
- Piso pavimentado: Absorva o produto com serragem ou areia, recolha o material com auxilio de uma pá e coloque em recipiente lacrado e identificado devidamente. O produto derramado não devera mais ser utilizado. Neste caso, consulte o registrante através do telefone indicado no rotulo para sua devolução e destinação final.
—›Solo: Retire as camadas de terra contaminada ate atingir o solo nao contaminado, recolha esse material e coloque em um recipiente lacrado e devidamente identificado. Contate a empresa registrante conforme indicado acima.
—> Corpos d'agua: interrompa imediatamente a captação para o consumo humano ou animal, contate o Órgão ambiental mais próximo e o centro de emergência da empresa, visto que as medidas a serem adotadas dependem das proporções do acidente, das características do corpo hídrico em questão e da quantidade do produto envolvido.
- Em caso de incêndio, use extintores DE AGUA EM FORMA DE NEBLINA, CO2, OU PÓ QUÍMICO, ficando a favor do vento para evitar intoxicação.

PROCEDIMENTOS DE LAVAGEM, ARMAZENAMENTO, DEVOLUCAO, TRANSPORTE E DESTINACAO DE EMBALAGENS VAZIAS E RESTOS DE PRODUTOS IMPROPRIOS PARA utilização OU EM DESUSO ORIENTACOES PARA EMBALAGEM RIGIDA LAVAVEL:
- LAVAGEM DA EMBALAGEM:
Durante o procedimento de lavagem o operador deverá estar utilizando os mesmos EPI's — Equipamentos de Proteção Individual — recomendados para o preparo da calda do produto.
• Triplice Lavagem (Lavagem Manual):
Esta embalagem deverá ser submetida ao processo de Triplice Lavagem, imediatamente apos o seu esvaziamento, adotando-se os seguintes procedimentos:
- Esvazie completamente o conteúdo da embalagem no tanque do pulverizador, mantendo¬ na posição vertical durante 30 segundos;
- Adicione água limpa a embalagem ate 1/4 do seu volume;
- Tampe bem a embalagem e agite-a, por 30 segundos;
- Despeje a água de lavagem no tanque do pulverizador;
- Faca esta operação três vezes;
- lnutilize a embalagem plástica ou metálica perfurando o fundo.
• Lavagem sob pressão:
Ao utilizar pulverizadores dotados de equipamentos de lavagem sob pressão seguir os seguintes procedimentos:
- Encaixe a embalagem vazia no local apropriado do funil instalado no pulverizador; - Acione o mecanismo para liberar o jato de água;
- Direcione o jato de 6gua para todas as paredes internas da embalagem, por 30 segundos; - A água de lavagem deve ser transferida para o tanque do pulverizador;
- lnutilize a embalagem plástica ou metálica, perfurando o fundo.
Ao utilizar equipamento independente para lavagem sob pressão adotar os seguintes procedimentos:
- lmediatamente apos o esvaziamento do conteúdo original da embalagem, manta invertida sobre a boca do tanque de pulverização, em posição vertical, durante 30 segundos;
- Manter a embalagem nessa posição, introduzir a ponta do equipamento de lavagem sob pressão, direcionando o jato de agua para todas as paredes internas da embalagem, por 30 segundos;
- Toda a água de lavagem é dirigida diretamente para o tanque do pulverizador;
- lnutilize a embalagem plástica ou metálica, perfurando o fundo.
- ARMAZENAMENTO DA EMBALAGEM VAZIA
Após a realização da Tríplice Lavagem ou Lavagem Sob Pressão, esta embalagem deve ser armazenada com a tampa, em caixa coletiva, quando existente, separadamente das embalagens não lavadas.
O armazenamento das embalagens vazias, até sua devolução pelo usuário, deve ser efetuado em local coberto, ventilado, ao abrigo de chuva e com piso impermeável, ou no próprio local onde guardadas as embalagens cheias.
- DEVOLUÇÃO DA EMBALAGEM VAZIA
No prazo de até um ano da data da compra, é obrigatória a devolução da embalagem vazia, com tampa, pelo usuário, ao estabelecimento onde foi adquirido o produto ou no local indicado na nota fiscal, emitida no ato da compra.
Caso o produto não tenha sido totalmente utilizado nesse prazo, e ainda esteja dentro de seu prazo de validade, será facultada a devolução da embalagem em até 6 meses após o término do prazo de validade.
O usuário deve guardar o comprovante de devolução para efeito de fiscalização, pelo prazo mínimo de um ano após a devolução da embalagem vazia.

ORIENTAÇÕES PARA EMBALAGEM SECUNDÁRIA (NÃO CONTAMINADA):
- ESTA EMBALAGEM NÃO PODE SER LAVADA
- ARMAZENAMENTO DA EMBALAGEM VAZIA
O armazenamento da embalagem vazia, até sua devolução pelo usuário, deve ser efetuado em local coberto, ventilado, ao abrigo de chuva e com piso impermeável, no próprio local onde guardadas as embalagens cheias.

- DEVOLUÇÃO DA EMBALAGEM VAZIA
È obrigatória a devolução da embalagem vazia, pelo usuário, onde foi adquirido o produto ou no local indicado na nota fiscal, emitida pelo estabelecimento comercial.

-TRANSPORTE
As embalagens vazias não podem ser transportadas junto com alimentos, bebidas, medicamentos, rações, animais e pessoas.

ORIENTACOES PARA TODOS OS TIPOS DE EMBALAGENS:
- DESTINACAO FINAL DAS EMBALAGENS VAZIAS
A destinação final das embalagens vazias, ap6s a devolução pelos usuários, somente poderá ser realizada pela Empresa Registrante ou por empresas legalmente autorizadas pelos Órgãos competentes.

- E PROIBIDO AO USUARIO A REUTILIZACAO E RECICLAGEM DESTA EMBALAGEM VAZIA OU FRACIONAMENTO E REEMBALAGEM DESTE PRODUTO.

- EFEITOS SOBRE 0 MEIO AMBIENTE DECORRENTES DA DESTINACAO INADEQUADA DA EMBALAGEM VAZIA E RESTOS DE PRODUTOS
A destinação inadequada das embalagens vazias e restos de produtos no meio ambiente causa contaminação do solo, da agua e do ar, prejudicando a fauna, a flora e a saúde das pessoas.

- PRODUTOS IMPROPRIOS PARA utilização OU EM DESUSO
Caso este produto venha a se tornar impróprio para utilização ou em desuso, consulte o registrante através do telefone indicado no rotulo para sua devolução e destinação final.
A desativação do produto é feita através de incineração em fornos destinados para este tipo de operação, equipados com câmara de lavagem de gases efluentes e aprovados por Orgao ambiental competente.

TRANSPORTE DE AGROTOXICOS, COMPONENTES E AFINS
0 transporte esta sujeito As regras e aos procedimentos estabelecidos na legislação especifica, que inclui o acompanhamento da ficha de emergência do produto, bem como determina que os agrotóxicos não podem ser transportados junto de pessoas, animais, rações, medicamentos ou outros materiais.

RESTRICOES ESTABELECIDAS POR ORGAO COMPETENTE DO ESTADO OU DO DISTRITO FEDERAL
De acordo com as aprovações dos Órgãos responsáveis

Não se aplica a esse tipo de produto.

Não se aplica a esse tipo de produto.