Bula Spraytex S

acessos
Óleo mineral
8201
Basf

Composição

Óleo mineral 756 g/L Hidrocarbonetos alifáticos

Classificação

Inseticida
IV - Pouco tóxico
III - Produto perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Concentrado Emulsionável (EC)
Contato

Café Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1 L p.c. / 100 L de água 1000 a 1500 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 1000 a 1500 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
1 L p.c. / 100 L de água 1000 a 1500 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 1000 a 1500 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC
Citros Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Cochonilha cabeça de prego
(Chrysomphalus ficus)
1 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Cochonilha cabeça de prego
(Chrysomphalus ficus)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC
Cochonilha escama vírgula
(Lepidosaphes beckii)
1 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Cochonilha escama vírgula
(Lepidosaphes beckii)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Cochonilha parda
(Saissetia coffeae)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
1 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Cochonilha verde
(Coccus viridis)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC
Mosca branca
(Aleurothrixus floccosus)
1 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ACIMA de 25ºC
Mosca branca
(Aleurothrixus floccosus)
1,5 a 2 L p.c. / 100 L de água 2000 L de calda/ha - De modo geral 2 a 3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes. O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança Fazer as aplicações quando houver presença da praga, em temperaturas ABAIXO de 25ºC

Bombona plástica ou de lata: 5 litros;
Balde plástico ou de lata: 5 litros;
Bombona de chapa de aço ou plástico: 20 e 200 litros;
Balde de chapa de aço ou plástico: 20 litros;
Tambor de plástico: 200 litros.

NÚMERO, ÉPOCA E INTERVALO DE APLICAÇÃO:
De modo geral 2-3 tratamentos espaçados de 20 dias são suficientes.
MODO DE APLICAÇÃO:
Diluir as doses recomendadas por 100 L d’água, na quantidade de água necessária para uma aplicação uniforme. O volume de calda por planta ou por hectare varia conforme o porte e número de plantas por área. Volume de calda recomendado para tratamento com alto-volume, para dar boa cobertura às plantas:
- Café: 1000 - 1500 litros/ha.
- Citrus: 2000 litros/ha.

Equipamentos de aplicação:
Pode ser aplicado por meio de pulverizadores tratorizados, turbo atomizador, costal manual ou motorizado. Os pulverizadores devem ser equipados com bicos para a aplicação de inseticidas (bicos cônicos, com pontas e difusor adequados), proporcionando gotas com VMD de 110-120 micra com mínimo de 40-60 gotas por cm².
Utilizar pressão de 80 a 100 psi e procurar uniformizar a aplicação até ponto de gotejamento. Deve-se observar as condições climáticas ideais para a aplicação do produto, tais como:
• Temperaturas acima de 25 ºC para doses menores e temperaturas abaixo de 25 ºC para as doses maiores;
• Umidade relativa do ar acima de 50 %;
• Velocidade do vento de no máximo 10 km/h;
OBS.: A aplicação fora das condições acima descritas, com outros tipos de equipamentos de aplicação, devem ser feitas à critério do Agrônomo responsável, evitando-se sempre a deriva e perdas do produto por evaporação.
INTERVALO DE SEGURANÇA:
O óleo mineral não tem restrições quanto a tolerâncias e intervalo de segurança.
INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS:
(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS).
LIMITAÇÕES DE USO:
• O produto quando aplicado nas doses recomendadas, não apresenta qualquer efeito fitotóxico às culturas.
• Nunca faça os tratamentos durante a florada como inseticida.
• Evite aplicar em frutos pequenos de Citrus com diâmetro de dois a quatro centímetros.
• Evite aplicar 30 dias antes da colheita em Citrus.
• Não aplicar 30 dias antes ou após a aplicação de enxofre.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS:
Durante a manipulação, preparação da calda ou aplicação, use macacão com mangas comprida, botas e chapéus.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Incluir outros métodos de controle de doenças (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados.

Qualquer agente de controle de inseto pode ficar menos efetivo ao longo do tempo se o inseto-alvo desenvolver algum mecanismo de resistência. Implementando as seguintes estratégias de manejo de resistência à inseticidas (MRI) poderíamos prolongar a vida útil dos inseticidas.
Qualquer produto para controle de inseto da mesma classe ou modo de ação não deve ser utilizado em gerações consecutivas da mesma praga.
Utilizar somente as doses recomendadas na bula.
Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para direcionamento sobre as recomendações locais para o MRI.

Compatibilidade

Não misturar com produtos fortemente alcalinos.