Bula TRICHOIBI G

acessos
23817
IBI Agentes Biológicos

Composição

Trichogramma galloi 100000 pupas / cartela Inseticida biológico

Classificação

Agente Biológico de Controle
Não determinado devido à natureza do produto
IV - Produto pouco perigoso ao meio ambiente
Não inflamável
Não corrosivo
Insetos vivos
Inimigo natural, Agente biológico de controle
Todas as culturas com ocorrência do alvo biológico Dosagem Calda Intervalo Época
Aplic
Terrestre Aérea Aplic Seg
Broca do colmo
(Diatraea saccharalis)
200000 Parasitóides/hectare - - Realizar no máximo quatro aplicações com intervalo de 7 dias. Não se aplica para o caso de agentes bio!ógicos de controle. As liberações devem ser realizadas no inicio da manhã, em pelo menos 25 pontos por hactare

MODO/ EQUIPAMENTO DE APLICAÇÃO:

Aplicação terrestre. As liberações de Trichogrammagailoi devem ser realizadas quando se observarem os primeiros ovos de Dialraea saccharaiisna cultura. Pode-se determinar o nível populacional da praga utilizando-se meios indiretos como armadilhas luminosas e armadilhas com feromônios. As liberações devem ser realizadas no inicio da manhã. O produto TRICHOIBI G é composto por uma cartela com 100.000 pupas de Trichogramma gailoi. As 100.000 pupas estão divididas em 50 cápsulas, cada uma contendo 2 mil pupas. Para liberação, dividir o hectare em 25 pontos de 400 metros cada. Deve-se liberar I cápsula a cada 400 metros, por semana. Fazer isso 4 vezes, em intervalos de 7 dias. A liberação é manual ou então de modo mecanizado, utilizando para isso um trator, uma moto ou algum outro meio de transporte.

INTERVALO DE SEGURANÇA:

Não se aplica para o caso de agentes biológicos de controle (organismos vivos).

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NA CULTURA E AREAS TRATADAS:

Não se aplica para o caso de agentes biológicos de controle (organismos vivos).

LIMITAÇÕES DE USO:

o uso do produto está restrito aos indicados no rótulo e bula. Quando este for utilizado nas doses recomendadas, não causará danos.

INFORMAÇÕES SOBRE OS EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL A SEREM UTILIZADOS:

(Vide recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana - ANVISA/MS)

DESCRIAO DOS PROCESSOS DE TRIPLICE LAVAGEM DA EMBALAGEM OU TECNOLOGIA EQUIVALENTE

(Vide recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente - IBAMA/MMA)

INFORMAÇÕES SOME OS PROCEDIMENTOS PARA A DEVOLUÇÃO, DESTINAÇÃO, TRANSPORTE, RECICLAGEM, REUTILIZAÇÃO E INUTILIZAÇÃO DAS EMBALAGENS VAZIAS:

(Vide recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente - IBAMA/MMA)

INFORMAÇÕES SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A DEVOLUÇÃO E DESTINAÇÃO DE PRODUTOS IMPROPRIOS PARA A UTILIZAÇÃO OU EM DESUSO:

(Vide recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente - IBAMA/MMA).

MINISTÉRIO DA SAÚDE - AGENDA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA
DADOS RELATIVOS À PROTEÇÃO DA SAÚDE HUMANA:

(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana - ANVISA/MS)

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS

PRECAUÇÕES DE USO E ADVERTÊNCIAS QUANTO AOS CUIDADOS DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE:

(De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente - IBAMA/MMA)

INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS:

Incluir na sistemática de inspeção ou monitoramento e controle de pragas, quando a infestação atingir o limite
de prejuízo econômico, outros métodos de controle de pragas (Ex. controle cultural, biológico, rotação de
inseticidas, acaricidas, etc.) visando o programa de Manejo Integrado de Doenças.

INFORMAÇÕES SOBRE MANEJO DE RESISTÊNCIA:

O inseto não desenvolve resistência ao seu próprio
feromônio.