Bula Vitavax Thiram 200 SC - UPL

Bula Vitavax Thiram 200 SC

CI
Carboxina; Tiram
1193
UPL

Composição

Carboxina 200 g/L
Tiram 200 g/L

Classificação

Tratamento de sementes/Tratamento do solo
Fungicida
5 - Produto Improvável de Causar Dano Agudo
II - Produto muito perigoso
Não inflamável
Não corrosivo
Suspensão Concentrada (SC)
Contato, Sistêmico

Algodão

Dosagem Calda Terrestre
Colletotrichum gossypii (Tombamento)
Rhizoctonia solani (Podridão-radicular) ( veja aqui ) ( veja aqui )

Amendoim

Dosagem Calda Terrestre
Rhizoctonia solani (Podridão-radicular)

Arroz

Dosagem Calda Terrestre
Bipolaris oryzae (Mancha parda)
Pyricularia grisea (Brusone)

Batata

Dosagem Calda Terrestre
Rhizoctonia solani (Podridão-radicular)

Cana-de-açúcar

Dosagem Calda Terrestre
Ceratocystis paradoxa (Podridão da coroa)

Cevada

Dosagem Calda Terrestre
Bipolaris sorokiniana (Mancha marrom)
Drechslera teres (Mancha angular)
Fusarium graminearum (Fusariose)

Feijão

Dosagem Calda Terrestre
Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose)
Rhizoctonia solani (Podridão-radicular)

Milho

Dosagem Calda Terrestre
Acremonium strictum (Tombamento)
Aspergillus flavus (Podridão das sementes)
Fusarium moniliforme (Fusariose)
Penicillium oxalicum (Tombamento)

Pastagens

Dosagem Calda Terrestre
Curvularia spp (Curvulária)
Drechslera spp. (Mancha-reticular)
Fusarium moniliforme (Fusariose)
Fusarium semitectum (Fusariose)
Phoma spp (Mancha marrom)

Soja

Dosagem Calda Terrestre
Aspergillus spp (Fungo de pós colheita)
Cercospora kikuchii (Mancha púrpura da semente)
Cladosporium cladosporioides (Fungo de pós colheita)
Colletotrichum truncatum (Antracnose)
Fusarium pallidoroseum (Fusariose)
Phomopsis sojae (Podridão seca)
Sclerotinia sclerotiorum (Podridão de esclerotinia)

Trigo

Dosagem Calda Terrestre
Alternaria alternata (Mancha de alternaria)
Bipolaris sorokiniana (Mancha marrom)

Frasco plástico de 1, 5 e 10 L. Baldes plásticos de 5, 10 e 25 L. Bombona de 25, 50 e 100 L. Bombona de polietileno de alta densidade de 20 L. Latas de folha de flandres de 1, 2 e 5 L. Balde de folha de flandres de 10 L. Bulk de polietileno de alta densidade de 1.000, 1.250, 10.000 e 15.000 L. Tambor de aço de 100 e 200 L. Isotanque de metal de 10.000, 15.000 e 20.000 L.

INSTRUÇÕES DE USO

VITAVAX-THIRAM 200 SC é uma formulação que contém um fungicida sistêmico (CARBOXINA - 200 g/L) e um fungicida de contato (TIRAM - 200 g/L). VITAVAX-THIRAM 200 SC dá maior proteção à semente contra fungos, como também durante os estádios susceptíveis da plântula, principalmente em condições desfavoráveis ao desenvolvimento da cultura e durante o armazenamento, conforme quadro de indicações de uso.

MODO DE APLICAÇÃO / EQUIPAMENTOS: Tratamento de sementes: As sementes tratadas devem ser usadas exclusivamente para a semeadura, sendo proibido seu uso para consumo humano ou animal, bem como extração de óleo. Diluir a dose indicada do VITAVAX® -THIRAM 200 SC para cada cultura, em recipiente adequado, com água suficiente para proporcionar distribuição uniforme do produto nas sementes, evitando o umedecimento em excesso. Sementes umedecidas em excesso devem ser secas à sombra antes de armazená-las e/ou semeá-las. Aplicar com equipamentos especialmente desenvolvidos para tratamento de sementes e que possibilite distribuição homogênea do produto. Sulco de plantio: Batata: Aplicar o produto com equipamentos especialmente desenvolvidos para aplicação via sulco de plantio. Diluir a dose indicada do VITAVAX® -THIRAM 200 SC conforme indicação de uso e pulverizar a calda no sulco, diretamente sobre as batatas-semente, antes do seu fechamento.

INTERVALO DE SEGURANÇA

Algodão, amendoim, arroz, batata, cevada, feijão, milho, pastagem, soja e trigo: Intervalo de segurança não determinado devido à modalidade de emprego.

INTERVALO DE REENTRADA DE PESSOAS NAS CULTURAS E ÁREAS TRATADAS

Não há necessidade de observância de intervalo de reentrada, desde que as pessoas estejam calçadas ao entrarem na área tratada (sulco de plantio).

LIMITAÇÕES DE USO

– Uso exclusivamente agrícola.
– Consulte sempre um Engenheiro Agrônomo.
– Utilizar somente as doses recomendadas. – As sementes tratadas devem ser usadas exclusivamente para a semeadura, sendo proibido seu uso para consumo humano ou animal, bem como extração de óleo.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pela Saúde Humana – ANVISA/MS.

De acordo com as recomendações aprovadas pelo órgão responsável pelo Meio Ambiente – IBAMA/MMA.

Recomenda-se, de maneira geral, o manejo integrado de pragas (MIP), envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle, como o controle cultural, controle biológico (predadores e parasitoides), controle microbiano, controle por comportamento, variedades resistentes e controle químico, sempre alternando produtos de diferentes grupos químicos, com mecanismos de ação distintos.
Recomenda-se, de modo geral, o manejo integrado de doenças, envolvendo todos os princípios e medidas disponíveis e viáveis de controle. O uso de sementes sadias, variedades resistentes, rotação de culturas, época adequada de semeadura, adubação equilibrada, controle biológico, manejo da irrigação e outros, visam o melhor equilíbrio do sistema.

Seguir as recomendações atualizadas de manejo de resistência do FRAC – BR (Comitê de Ação a Resistência a Fungicidas - Brasil). Qualquer agente de controle de doenças pode ficar menos efetivo ao longo do tempo devido ao desenvolvimento de resistência. O Comitê Brasileiro de Ação a Resistência a Fungicidas (FRAC - BR) recomenda as seguintes estratégias de Manejo de Resistência visando prolongar a vida útil dos fungicidas:
• Qualquer produto para controle de doenças da mesma classe ou de mesmo modo de ação não deve ser utilizado em aplicações consecutivas do mesmo patógeno, no ciclo da cultura.
• Utilizar somente as doses recomendadas no rótulo/bula.
• Sempre consultar um Engenheiro Agrônomo para orientação sobre as recomendações locais para o Manejo de Resistência.
• Incluir outros métodos de controle de doenças (ex. controle cultural, biológico, etc.) dentro do programa de Manejo Integrado de Doenças (MID) quando disponíveis e apropriados.

Produto irritante à pele e aos olhos.