CI

Exportações de máquinas agrícolas batem recorde até agosto


Da receita total obtida com as exportações da indústria automobilística em agosto — que somou US$ 519 milhões — a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) estima que o segmento de máquinas agrícola contribuiu com US$ 87 milhões. Este é o melhor resultado desde maio de 1998. Em unidades, o mês de agosto foi responsável por 2,3 mil unidades exportadas.

Este é o resultado de um trabalho de dois anos para incrementar as exportações. Segundo o vice-presidente da Anfavea, Pérsio Luiz Pastre, com a desvalorização do real a produção nacional tornou-se competitiva, o que levou as corporações a trabalharem na prospecção de novos mercados no exterior. Os principais mercados para as exportações nacionais são os Estados Unidos, América Latina e África do Sul. No início deste ano, as exportações para países do Mercosul também foram retomadas. As vendas externas também deram suporte ao maior nível de produção do ano, que no mês de agosto chegou a 6,2 mil unidades. No ano, a produção de máquinas agrícolas acumula 38,3 mil unidades.

Vendas internas

As vendas internas, por sua vez, ainda estão 4,5% abaixo do acumulado do ano passado. De janeiro a agosto deste ano, foram vendidas 25,7 mil unidades. O contingenciamento e a burocracia do Programa de Modernização da Frota de Tratores, Colheitadeiras e Implementos Agrícolas (Moderfrota) continuaram atrapalhando as vendas do setor até o final do mês passado. Só em 22 de agosto foi alterado o contingenciamento das verbas do programa, por meio da Portaria 209 do Ministério da Fazenda, que liberou R$ 1,2 bilhão para ser usado até janeiro. No orçamento previsto pelo plano de safra agrícola antes da portaria, apenas R$ 470 milhões estavam previstos até outubro.

A Anfavea abriu negociação com o ministério no início de agosto para tentar reverter o quadro. Como resultado, os meses de julho e agosto foram perdidos para as vendas de tratores, o que pode mexer nas projeções para o ano. Segundo Pastre, as máquinas usadas para o plantio precisam ser compradas até o final de setembro. Problemas com o Moderfrota já foram responsáveis pela queda de 35% nas vendas de janeiro.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.