CI

Fepagro (RS) promove palestra sobre plantas recicladoras na Expointer 2003


A Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), do Rio Grande do Sul, promove na próxima sexta-feira (05-09), às 10h, no auditório da Federacite, durante a Expointer 2003, em Esteio, a palestra sobre "Plantas Recicladoras de Nutrientes e de Proteção do Solo", com o engenheiro agrônomo e pesquisador Nídio Antônio Barni.

As plantas recicladoras, recuperadoras e protetoras do solo são utilizadas com a finalidade de cobrir o solo, protegendo-o da erosão, reciclar nutrientes, aprisionar carbono da atmosfera e do interior do solo, agregar matéria orgânica, promovendo seu revigoramento biológico e recondicionamento físico.

No Rio Grande do Sul, a área ocupada por culturas anuais de verão se aproxima de seis milhões de hectares. No período de inverno, a área ocupada baixa para menos de três milhões de hectares. O solo que permanece descoberto é alvo de erosão e de degradação, afirma o pesquisador.

O modelo agrícola desenvolvido com base na elevada demanda de energia e de insumos externos está mostrando sinais evidentes de falência. Na busca de um sistema de produção auto-sustentável, o plantio direto tem se mostrado mais eficiente na otimização dos recursos utilizados. A sustentação desse sistema requer a adoção de um plano de rotação de culturas a longo prazo, com cobertura permanente do solo, protegendo-o e ao mesmo tempo, reciclando nutrientes.

Com o passar dos anos os nutrientes que estão na superfície tendem a migrar para camadas mais profundas. Com as plantas protetoras se desenvolvendo nesse solo, elas buscam os nutrientes que desceram e pela sua permanência na área, após concluído o ciclo (varia de 100 a 180 dias), deixam os nutrientes novamente na superfície (camada de maior concentração das raízes), explica Barni.

Conforme o pesquisador, o uso dessas plantas intercaladas com cultivos comerciais melhora as propriedades químicas (maior fertilidade), físicas (maior infiltração e armazenamento de água no solo) e biológicas (desenvolvimento de microorganismos, inclusive minhocas), que promovem a reestruturação do solo.

Esse assunto é tratado no Boletim Técnico Fepagro, número 12, sobre "Plantas recicladoras de nutrientes e de proteção do solo, para uso em sistemas equilibrados de proteção agrícola", que será lançado pelo pesquisador Nídio Antônio Barni, dia 05, às 11 horas, no Rincão da Pesquisa (casa da Fepagro no Parque Assis Brasil, em Esteio). A publicação, com mais de 100 páginas ilustradas, apresenta 18 espécies de inverno e 15 espécies de verão, todas descritas e apresentados os resultados.

Maiores informações os interessados podem ligar para (51) 3233-5411 ramal 150.

Assine a nossa newsletter e receba nossas notícias e informações direto no seu email

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.