Avaliação do Vigor de Sementes de Trigo Pelo Teste de Envelhecimento Acelerado


Trigo

Avaliação do Vigor de Sementes de Trigo Pelo Teste de Envelhecimento Acelerado

Avaliação do Vigor de Sementes de Trigo Pelo Teste de Envelhecimento Acelerado
Por:
13 acessos

Com o objetivo de aperfeiçoar a metodologia do teste de envelhecimento acelerado para determinar o vigor de sementes de trigo (Triticum aestivum L.), avaliaram-se combinações de quatro temperaturas (35, 38, 41e 43ºC) e três períodos de exposição (48, 72 e 96 horas), utilizando as cultivares ‘IAC-350’ e ‘IAC-370’, cada uma representada por seis lotes, todos com germinação inicial superior a 90%. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial, com quatro repetições. Os resultados obtidos no teste de envelhecimento acelerado foram comparados com os obtidos nos testes de emergência de plântulas em campo, conduzidos na época recomendada para a semeadura do trigo no Estado de São Paulo e de germinação após o armazenamento das sementes em condições normais de ambiente durante 16 meses. Com base nestas comparações, concluiu-se que o envelhecimento acelerado a 43ºC por 48 horas promoveu a melhor diferenciação dos lotes de sementes de trigo quanto ao potencial fisiológico.

Veja o artigo na integra clicando aqui.

Autores: Tricia Costa Lima, Priscila Fratin Medina, Sheila Fanan

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink