Índia quer acelerar exportações ao Golfo

AGRICULTURA GLOBAL

Índia quer acelerar exportações ao Golfo

Nesse mês 14 toneladas foram enviadas
Por: -Leonardo Gottems
3 acessos

A Autoridade de Desenvolvimento de Exportação de Produtos Agrícolas e Processados da Índia (APEDA) abrirá um escritório em Varanasi para acelerar as exportações para o Golfo. A abertura segue o sucesso de um carregamento experimental de vegetais cultivados localmente para Dubai este mês, informou a agência de notícias estatal WAM. 

O embarque é o projeto de uma empresa inaugurada pelo Primeiro Ministro Narendra Modi em Varanasi há 18 meses. Em julho de 2018, o primeiro-ministro inaugurou uma instalação de carga nos arredores da cidade para consolidar os produtos agrícolas por meio de organizações de produtores rurais da região, processar e embalá-los para exportação. 

Esse esforço foi concretizado este mês quando 14 toneladas métricas de vegetais frescos cultivados por agricultores em dois distritos na área de Varanasi foram enviadas como carga de contêineres em julgamento para Dubai. Isso porque, um centro de exportação agrícola foi criado em Varanasi para aproveitar o sucesso do julgamento de Dubai. 

Agências governamentais e empresariais de cinco distritos predominantemente agrícolas em torno de Varanasi agora coordenarão suas atividades para tornar a região uma fonte de exportações para o Golfo. A APEDA, que divulgou as informações, é uma organização do Ministério do Comércio e Indústria da Índia, responsável por promover as exportações de produtos agrícolas e processados da Índia. 

De acordo com o governo, essa estratégia faz parte da movimentação indiana para atrair outros mercados e se consolidar no cenário global de exportações. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink