Milho internacional: maioria dos preços recuaram
CI
MUNDO

Milho internacional: maioria dos preços recuaram

“Na Argentina, a atividade comercial demorou a ser reiniciada"
Por: -Leonardo Gottems

De acordo com o que informou a TF Agroeconômica, a maioria dos preços do milho  recuaram no mercado internacional. “No mercado à vista, as ofertas no Brasil foram de 77 c/bu sobre os futuros de setembro para setembro, reportadas apenas para a primeira metade do mês em 85 c/bu sobre o mesmo contrato. Para julho, as ofertas indicadas no início da nova safra do país foram vistas pela última vez em 90 c/bu em relação aos contratos futuros de julho contra 85 c/bu, com ofertas subindo 3 c/bu”, comenta. 

“Na Argentina, a atividade comercial demorou a ser reiniciada após o feriado de segunda-feira, mas uma fonte viu ofertas inalteradas em relação ao nível de sexta-feira em 105 c/bu e 115 c/bu sobre os futuros de maio. E nos EUA, novas ofertas para embarque de dezembro no Golfo foram vistas pela primeira vez em algumas semanas com a última metade do mês oferecida a 140 c/bu sobre os futuros de dezembro”, completa.

Os preços do milho ucraniano voltaram a níveis vistos anteriormente no início de novembro,  à medida que as ofertas caíram para US$  236/t  FOB HIPP para carregamento em dezembro, e uma oferta de US$ 235/t FOB HIPP foi discutida no mercado. “Enquanto isso, a diferença entre as contrapartes permaneceu razoavelmente ampla, uma vez que os compradores foram ouvidos em torno de US $ 232/t FOB HIPP para as mesmas datas de carregamento, enquanto a compra pesada do TMO da Turquia forneceu suporte”, indica.

“Os agricultores ucranianos já colheram 25,2 milhões de t de milho de 4,8 milhões de ha, colocando a produção média em todo o país em 5,3 t/ha, abaixo dos 7,2 t/ha do ano passado”, conclui.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink