Infocafé de 16/05/22
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 16/05/22

O mercado desta segunda-feira (16) operou com grande alta de olho nas previsões climáticas
Por:

O mercado desta segunda-feira (16) operou com grande alta de olho nas previsões climáticas. Em N.Y. a posição setembro oscilou entre a máxima de +12,15pts e mínima de -1,90 pontos, fechando em +10,80pts.  O dólar fechou em queda nesta segunda-feira (16), em sessão instável, com investidores replicando a volatilidade externa e a falta de direção comum nos mercados globais de moedas. A moeda norte-americana recuou 0,14%, vendida a R$ 5,0501. Na cena doméstica, o Banco Central informou que as contas do setor público consolidado registraram superávit primário de R$ 4,3 bilhões em março. O valor abrange governo federal, estados, municípios e empresas estatais. 

A B3 vai estrear nesta segunda-feira (16) o primeiro índice com temática agro, que vai acompanhar o desempenho das empresas do setor no Brasil. Trata-se do Índice Agro Free Float Setorial (IAGRO B3). Conforme comunicado da B3, a carteira do novo indicador será composta por ações e units de companhias listadas, que foram categorizadas como Agronegócio pela nova classificação setorial criada pela B3 a pedido do mercado. Para participar da carteira do indicador, o ativo deverá atender critérios de liquidez como, por exemplo, estar presente em 95% dos pregões dos últimos 12 meses e não ser classificado como penny stock (ou seja, ter preço médio superior a R$ 1). O diretor executivo de Produtos Listados e Dados da B3, Luís Kondic, explicou na nota que "nos propusemos a fazer uma classificação abrangente, que abarcasse todos os setores diretos e indiretos do agronegócio, e não apenas empresas que tenham suas atividades relacionadas à agricultura ou à pecuária. Com isso, o mercado poderá oferecer novos produtos atrelados a esse índice, dando ao investidor outras formas de diversificar sua carteira". 

A semana começou com muita tensão para o mercado futuro do café arábica com o setor cafeeiro monitorando o frio no Brasil. Os contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US) avançaram mais de mil pontos e encerraram o dia acima dos 220 centavos de dólar por libra-peso no exterior. "Os riscos crescentes de geadas no Brasil que podem prejudicar a safra de café do país impulsionaram os preços na segunda-feira. A Climatempo disse na segunda-feira que uma frente fria nesta quarta-feira avançará para Minas Gerais, potencialmente produzindo geadas e prejudicando as lavouras de café arábica na região", destacou a análise do site internacional Barchart. O cenário no Brasil é de muita atenção entre os produtores, sobretudo pela memória recente das geadas do ano passado. Existe certa unanimidade entre os meteorologistas de que o frio será intenso e com potencial para geada nas principais áreas de produção de café arábica do Brasil. De acordo com lideranças do setor no Brasil, a condição continua sendo de monitoramento, inclusive para novas negociações. No Brasil, o mercado físico acompanhou e também teve um dia de valorização nas principais praças de comercialização do país. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.