Infocafé de 23/02/21
CI
Imagem: Pixabay
INFOCAFÉ

Infocafé de 23/02/21

A moeda norte-americana recuou 0,24%, a R$ 5,4421
Por:

N.Y. finalizou a terça-feira em alta, a posição maio oscilou entre a mínima de -0,75 pontos e máxima de +3,70 fechando com +3,35 pts.  

A moeda norte-americana recuou 0,24%, a R$ 5,4421. O dólar fechou em queda, influenciado tanto pela melhora de sinal nos ativos externos quando por indicações de debates sobre reformas no Brasil, um dia depois do choque nos mercados por receios de uma guinada do governo a uma direção mais populista. O mercado vem de uma sessão de forte pressão, depois de declarações do presidente Jair Bolsonaro e sua decisão de trocar o comando da Petrobras alimentarem rumores sobre uma guinada na política econômica e temores sobre como Guedes - ainda visto como fiador da agenda de reformas econômicas e de equilíbrio fiscal - reagiria às mudanças. Em resposta ao um apoiador, Bolsonaro disse nesta terça que "tem muita coisa errada" na Petrobras e que o indicado para ser o novo presidente da estatal, o general reformado Joaquim Silva e Luna, irá "dar uma arrumada" na empresa.  

O mercado global de café deverá experimentar na temporada 2021/22 um déficit maior do que o inicialmente projetado, diante de uma produção menor no Brasil em função de chuvas abaixo da média, indicou um relatório publicado nesta terça-feira. O banco holandês Rabobank, que possui forte presença no setor agrícola, disse que passou a estimar um déficit global de 2,6 milhões de sacas de 60 kg em 2021/22, ante déficit de 1,1 milhão de sacas visto em dezembro. “Reduzimos nosso número para a produção de 2021/22 em pouco mais de 2 milhões de sacas –desse corte, 1,2 milhão de sacas vêm de um ajuste para baixo no Brasil”, disse o banco em relatório produzido pelos analistas Carlos Mera e James Watson. O Rabobank agora projeta a nova safra brasileira em 56,2 milhões de sacas, contra 57,4 milhões de sacas na estimativa de dezembro. O banco também reduziu sua expectativa para a safra da Colômbia –grande produtora de arábica lavado– em 300 mil sacas, para 14,1 milhões de sacas.

O déficit projetado só não é maior porque o banco reduziu sua previsão para a demanda total em 500 mil sacas. “As importações líquidas dos países não produtores continuaram fracas no quarto trimestre de 2020”, disse o banco, citando uma queda de 1,9% no que chamou de “desaparecimento do café” na Europa e Reino Unido, além de um recuo de 9,5% no Japão. Além disso, há um grande estoque de passagem da temporada anterior, já que o superávit em 2020/21 foi estimado em 10,5 milhões de sacas. O Rabobank acredita que os preços do café arábica não devem permanecer acima de 1,30 dólar por libra-peso (no segundo contrato futuro negociado em Nova York), mas disse que “fatores como especulação, custos de transporte e o aumento na demanda pelos estoques podem causar esse cenário”. Os preços do café saltaram 4,5% na segunda-feira, atingindo o maior nível desde dezembro.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink