Infocafé de 29/11/19

INFOCAFÉ

Infocafé de 29/11/19

A bolsa de N.Y. finalizou a sexta-feira em alta
Por:
203 acessos

A bolsa de N.Y. finalizou a sexta-feira em alta, a posição março oscilou entre a mínima de -1,80 pontos e máxima +1,35 fechando com +0,60 acumulando na semana +3,40 pts.

A moeda norte-americana subiu 0,57%, cotado a R$ 4,2397. A alta do dólar tem como pano de fundo também a preocupação com a desaceleração da economia mundial e as incertezas em torno das negociações comerciais entre a China e os Estados Unidos para colocar fim à guerra comercial que se arrasta desde o começo de 2018. Preocupações com o movimento de saída de dólares do país, que enfraquece o câmbio, também contribuem para a desvalorização do real. Além disso, também influenciam a maior tensão social em diversos países na América Latina, além do corte dos juros no Brasil, o que também contribui para manter afastado um fluxo maior de capital externo para o mercado brasileiro.

As exportações de café do Vietnã devem cair 14,6% nos primeiros 11 meses deste ano, para 1,473 milhão de toneladas, informou o Escritório Geral de Estatística (GSO) na sexta-feira. A receita de exportação de café do Vietnã, maior produtor mundial de grãos robusta, provavelmente cairá 20,4%, para 2,538 bilhões de dólares no período de 11 meses. Os embarques de café do país em outubro são estimados em 120 mil toneladas, avaliadas em 207 milhões de dólares. Fonte: Reuters.

 A Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) acaba de lançar o regulamento do 16º Concurso Nacional ABIC de Qualidade de Café – Origens do Brasil – safra 2019/2020, que busca premiar os melhores cafés do Brasil, tanto arábica como canéfora (robusta/conilon). O objetivo do concurso é incentivar a produção de cafés de alta qualidade, as melhores práticas agrícolas e a sustentabilidade, promover as regiões produtoras, agregar valor ao produto e levar ao consumidor a possibilidade de degustar os melhores cafés produzidos no Brasil. Este ano acrescentaram “Origens do Brasil” ao nome do concurso visando a premiação e reconhecimento de todo café produzido no País. Participam os grãos produzidos no território nacional, na safra 2019/2020, em microlotes de 2 sacas de 60 kg de cafés beneficiados, sendo que cada região produtora deverá inscrever no mínimo dois e no máximo três microlotes de cafés característicos da região. Os cafés serão avaliados por um júri especialista em classificação e análise sensorial, utilizando a metodologia do Programa de Qualidade do Café (PQC) ABIC. Os lotes precisam atingir a nota mínima de 7,3 na escala PQC (essa representa 90% da nota final e os demais 10% serão sobre as avaliações de sustentabilidade das propriedades produtoras). As inscrições podem ser feitas até dia 5 de janeiro e a divulgação dos finalistas será no dia 28 de janeiro. O concurso se encerra com o leilão dos lotes finalistas, onde indústrias, cafeterias, exportadores e empresas do setor terão a oportunidade de adquirir os melhores cafés do Brasil, processar os produtos e oferecer ao mercado consumidor.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink