Caroço do algodão fecha cai 2,1% em Mato Grosso e mercado não prevê reação e novembro

ALGODÃO

Caroço do algodão fecha cai 2,1% em Mato Grosso e mercado não prevê reação e novembro

Expectativa para o mercado deste subproduto segue pouco satisfatória ao produtor
Por:
469 acessos

O IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) informou, ontem, que o “caroço de algodão não tem apresentado bons patamares de preços para a safra 2018/19, operando boa parte do ano em baixa quando se comparado aos preços pagos pelo caroço na safra anterior”.

O instituto constatou que, “na última semana de outubro, o caroço mato-grossense encerrou o mês exibindo uma média de R$ 390,94/tonelada, o que representa uma desvalorização de 2,12% em relação ao fechamento de setembro, quanto encerrou o mês a R$ 399,41/tonelada, tendo como um dos fatores para tal desvalorização o alto índice do caroço disponível no mercado”.

O IMEA acrescenta que, para este mês, “a expectativa para o mercado deste subproduto segue pouco satisfatória ao produtor que precisa negociar a safra atual, ainda assim, os trabalhos operacionais nas algodoeiras não param o que aumenta a oferta do produto e pressiona ainda mais as cotações. Com o mercado pouco atrativo às negociações, não somente a safra atual como a 2019/20 tende a manter ritmo lento de negócios até que a atratividade volte ao cotonicultor”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink