549.280 toneladas de agroquímicos vendidos em 2018

IBAMA

549.280 toneladas de agroquímicos vendidos em 2018

Vendas domésticas correspondem a 501.700 toneladas, ou 91% do total
Por: -Leonardo Gottems
1001 acessos

As vendas totais de produtos agroquímicos e biológicos formulados no Brasil atingiram 549.280 toneladas em 2018. O faturamento representa um aumento de 1,72% em relação ao ano anterior, de acordo com o “Boletim Anual de Produção, Importação, Exportação e Vendas de Agrotóxicos 2018”, publicado pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis). 

O relatório, publicado no portal chinês Agropages, é baseado em relatórios semestrais fornecidos por 122 empresas que venderam produtos agroquímicos e biológicos registrados no Brasil. Foram recebidos 3.963 relatórios de produtos formulados (FP) e 2.863 relatórios de produtos técnicos (TP), totalizando 6.826 relatórios semestrais.

A partir dos relatórios foram identificados 310 ingredientes ativos, dos quais 88 ativos tiveram suas vendas divulgadas individualmente, pois tinham pelo menos três detentores de registro de produtos com base em cada substância. As vendas domésticas desses 88 ingredientes ativos corresponderam a 501.700 toneladas, representando 91% do total de vendas de agroquímicos.

Houve mudança em relação aos relatórios de produção e comercialização de pesticidas no Brasil, e o Ibama começou a divulgar suas porcentagens estimadas de produtos registrados, que incluem quantidades produzidas e comercializadas, com base nos relatórios semestrais apresentados por empresas com registros para esses produtos no banco de dados eletrônico do Ibama em 2018. 

A partir dos dados publicados nos relatórios semestrais, foi possível extrair informações sobre o fluxo produtivo e comercial de produtos, principalmente pesticidas, além de identificar totais com ou sem produção e com ou sem vendas. Em 2018, os relatórios semestrais destacaram o fato de que, dos produtos formulados (PF) recebidos pelo Ibama, 71,7% não possuíam produção (sem produção, valor zero) e os 28,3% restantes relataram valores de produção, enquanto 85,7% não registraram valores de importação (sem importação, valor zero) e os outros 14,3% possuíam valores de importação. 

Um total de 53,01% dos produtos reportados também não registrou vendas domésticas em 2018 (nenhuma venda interna, valor zero), enquanto os outros 46,9% registraram vendas internas e 51,83% dos produtos formulados registraram algum movimento (sem produção, sem importação, nenhuma exportação e nenhuma venda doméstica - valores zero).


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink