Câmara Setorial realiza reunião na Bahia

TABACO

Câmara Setorial realiza reunião na Bahia

O chamado Recôncavo Baiano conta com 23 municípios produtores, o que estimula a economia da região
Por:
111 acessos

A Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco realizou a sua última reunião do ano no dia 22 de outubro, em Cruz das Almas, na Bahia. Na pauta, os dados sobre a última safra (2018/2019), a projeção para a atual safra, os projetos de lei em discussão no Congresso Nacional, informações sobre o Instituto Crescer Legal e uma apresentação da atuação do Sinditabaco da Bahia. Segundo o presidente da Câmara Setorial, Romeu Schneider, a região produtora de tabaco naquele estado se diferencia, pois, produz tabaco para charuto. “Foi extremamente importante a apresentação do sindicato dos trabalhos realizados com os fumicultores da região. O chamado Recôncavo Baiano conta com 23 municípios produtores, o que estimula a economia da região”.

Schneider destaca a importância das reuniões da Câmara que, por ser composta por membros de diversos órgãos e entidades, consegue acompanhar os assuntos acerca de toda a cadeia produtiva. “Abordamos os acordos comerciais assinados entre o Mercosul e a União Europeia; a Lei Kandir, pois o tabaco tem grande exportação; a reforma tributária, onde o cigarro é um dos produtos com mais tributos, entre 72% a 90%; o mercado ilegal de cigarros, que já está em 57% e crescendo sem que haja grandes esforços para coibi-lo; e o projeto 7.100/2006, do então senador Sérgio Zambiasi, que impede o produtor que produz também tabaco, de acessar financiamentos do Pronaf para aplicar em outras culturas, o que dificulta ainda mais a possibilidade de uma maior diversificação”, destaca Romeu.

A última reunião do ano também serviu para o início do debate sobre a próxima Conferência das Partes (COP9), que ocorrerá em novembro de 2020, em Haia, na Holanda. “Queremos antecipar as discussões e garantir uma organização maior dos representantes da cadeia produtiva do tabaco para que possam estar envolvidos nas decisões do Governo do Brasil que serão levadas para a Holanda”, enfatiza Schneider.

DIA DO PRODUTOR DE TABACO – Paralelo à reunião, o Sinditabaco da Bahia promoveu as comemorações do Dia do Produtor de Tabaco, no dia 23 de outubro, no município de Muritiba. Segundo Schneider, o dia contou com homenagens aos fumicultores da região, com a participação de autoridades federais e regionais, além de lideranças do setor. “Por meio dos depoimentos dos fumicultores, pudemos acompanhar e conhecer um pouco a realidade e a forma de produção de tabaco na Bahia”.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink