Efeito de temperaturas na expansão, número de lesões e severidade da mancha-amarela da folha do trigo

Trigo

Efeito de temperaturas na expansão, número de lesões e severidade da mancha-amarela da folha do trigo

Efeito de temperaturas na expansão, número de lesões e severidade da mancha-amarela da folha do trigo
Por:
1327 acessos

A mancha-amarela da folha do trigo, causada pelo fungo Pyrenophora triticirepentis, forma anamórfica Drechslera tritici-repentis, é uma das principais doenças da cultura. A expansão da lesão é um importante componente dessa epidemia, e assim como os demais, podem ser influenciados pela temperatura. Por isso, objetivou-se a realização do trabalho para avaliar o efeito da temperatura na expansão e no número de lesões, bem como na severidade da mancha-amarela do trigo. O trabalho foi conduzido em câmaras climatizadas, sob cinco temperaturas (10, 15, 20, 25 e 30ºC), com as cultivares de trigo Mirante  e Fundacep Horizonte. As plantas foram inoculadas no estádio de três folhas expandidas, com 3x10³ conídios/mL de suspensão em água. As lesões foram medidas a cada três dias a partir do aparecimento dos sintomas. Contou-se as lesões por folha e deram-se notas de severidade estimada. O delineamento utilizado foi de blocos casualizados com quatro repetições, sendo cada vaso uma repetição.

Veja na integra clicando aqui.

Autores: Camila Ranzi; Carlos Alberto Forcelini; Carolina Cardoso Deuner


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink