Indústria moageira doa 12 toneladas de farinha de trigo
CI
Imagem: Pixabay
SOCIAL

Indústria moageira doa 12 toneladas de farinha de trigo

Ação pretende auxiliar a população impactada pela crise econômico-social
Por: -Eliza Maliszewski

O aumento nos números de casos de Covid-19, em São Paulo (SP), desencadeou o agravamento da situação das populações mais vulneráveis da periferia da cidade, que passaram a enfrentar desafios ainda maiores, principalmente os relacionados a falta de alimentos.

Frente a essa realidade, a Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), em parceria com o Sindicato da Indústria do Trigo no Estado de São Paulo (Sindustrigo), após um pedido da prefeitura de São Paulo, realizará, entre abril e julho deste ano, o repasse de 8 toneladas de farinha de trigo ao Banco de Alimentos da cidade.

A doação será promovida pelo projeto Cidade Solidária, que tem como objetivo prover ajuda humanitária às pessoas mais atingidas pela crise econômico-social causada pela pandemia do coronavírus, durante o estado de calamidade pública.

“O setor moageiro se mobiliza, desde o ano passado, para auxiliar à população em situação de vulnerabilidade social, que se vê mais uma vez frente a um grande desafio. Nesse momento de tanta dificuldade, os gestos dos moinhos de São Paulo ficam como um exemplo para outros setores industriais”, destaca o presidente-executivo da Abitrigo, Rubens Barbosa.

Ao todo serão repassadas, mensalmente, ao Banco de Alimentos de São Paulo duas toneladas de farinha de trigo, pelo período de quatro meses, doadas pelos moinhos Correcta e Anaconda. Esse donativo será destinado a entidades assistenciais da cidade, já cadastradas no sistema do Banco.

“Iniciamos a ação com a doação de 8 toneladas, mas pretendemos ampliar esse volume com a adesão de outros moinhos associados ao Sindicato, que queiram fazer parte desse movimento. Esse é um momento de unirmos forças para auxiliar a população mais carente, que necessita desse apoio do setor industrial para superar este momento de dificuldade”, afirma o presidente do Sindustrigo, Valnei Origuela.

Outras iniciativas

O Moinho Santa Clara também promoveu repasse de 1 mil kg de farinha de trigo, divididos entre os Bancos de Alimentos das prefeituras de São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul, que serão repassados às entidades assistenciais dos dois munícipios.

Além da doação aos Bancos de Alimentos, o Anaconda também confirmou o repasse de 3 toneladas de farinha de trigo, por três meses, à entidade Arsenal da Esperança, na cidade de São Paulo, para a produção de aproximadamente 75 mil pães em sua padaria industrial.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink