Ingredientes da ceia estão mais caros
CI
Imagem: Pixabay
NATAL

Ingredientes da ceia estão mais caros

Frango, ovo e alimentos da ceia de Natal sobem até 27%
Por: -Eliza Maliszewski

A ceia de Natal deste ano está mais cara.  Segundo um levantamento prévio feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na semana passada, o preço da cesta de Natal já subiu 5,91% neste ano. Segundo a fundação, no final de 2020, a cesta de alimentos natalinos custava em torno de R$ 309,86, mas neste ano, ela está com valor aproximado de R$ 328,17. O aumento total é de cerca de R$ 18.

Os alimentos que compõem a cesta natalina estão mais caros. O frango inteiro foi o que mais subiu e teve alta de 27,34% no preço. Em seguida aparece o ovo que aumentou 20%. Depois vêm os “pães de outro tipo” (que inclui o pão de rabanada) com aumento de 11,12%, o bacalhau (7,98%), vinhos (7,77%), lombo suíno (6,48%) e o pernil suíno (3,44%).

Dos itens analisados pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), apenas o arroz teve queda no preço (-4,25%). Os dados da FGV são uma variação acumulada em 12 meses, de dezembro do ano passado a novembro deste ano.

Apesar da redução em torno de 20% das carnes vermelhas consideradas de primeira, o item “carnes bovinas” segue registrando alta e, nesse levantamento, aparece 18,68% mais caras do que o observado em dezembro de 2020.

 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink


Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.