10º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha

Em função do crescente aumento da área plantada sob o Sistema Plantio Direto na Palha (SPDP) em todo o Brasil, em especial nos CERRADOS, a Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha, dentro de suas atribuições estatutárias, busca promover um intenso processo de troca de experiências entre técnicos e produtores rurais com vistas a adoção e a difusão desta tecnologia, que grandes benefícios tem trazido para a agricultura nacional.

Essa é talvez uma das principais razões para a rápida expansão da adoção do sistema em substituição ao preparo convencional do solo para plantio. Atualmente o Brasil conta com uma área superior a 23 milhões de hectares manejadas neste sistema.

O SPDP tem o seu fundamento na ausência do revolvimento do solo, em sua cobertura permanente e na rotação de culturas, trazendo com isto benefícios como: diminuição da erosão, aumento da fertilidade do solo, maior retenção de umidade, aumento da produtividade, diminuição de mão-de-obra e, conseqüentemente, dos custos de produção, entre outros benefícios diretos e indiretos à sociedade.
As implicações ambientais do plantio direto são: redução significativa dos níveis de contaminação dos cursos das águas, estabilidade ecológica da região, alteração da composição da flora e fauna, garantido um equilíbrio entre as espécies benéficas e maléficas ao sistema produtivo, eliminação das queimadas e mais recentemente a pesquisa tem nos mostrado que há redução de emissões de gases do efeito estufa, do solo para a atmosfera, quando se adota o PD e também transfere (seqüestra) carbono da atmosfera para o solo, contribuindo para a mitigação dos impactos das mudanças climáticas globais, além da proteção dos mananciais e dos reservatórios hídricos.

O Brasil possui aproximadamente 180 milhões de hectares de pastagens, entre cultivadas e nativas, sendo que 60 milhões estão localizados no Cerrado, das quais estima-se que 70% encontra-se em algum estágio de degradação. Desta forma, um aspecto importante é a integração lavoura e pecuária (ILP), tema central deste evento, que consiste na exploração na mesma área, com atividade agrícola e pecuária, aumentando a eficiência do uso dos recursos naturais de forma sustentável. A ILP, associado ao Sistema de Plantio Direto, proporciona significativos ganhos ambientais devidos ao incremento da matéria orgânica ao solo, possibilitando o ''seqüestro de carbono'', contribuindo, assim, para a redução do ¨efeito estufa¨. Dentro dessa ótica, é imperioso aumentar a capacitação e o grau de conhecimento para podermos maximizar os benefícios advindos desta prática. Muito tem se falado em degradação ambiental e desenvolvimento sustentável e sabemos que para ser sustentável tem que ser ecologicamente prudente, socialmente desejável e economicamente eficiente e um dos instrumentos que garante a sustentabilidade agropecuária e combate os problemas da degradação do meio ambiente é o SPDP.
Dada a importância do assunto frente aos aspectos ambientais, econômicos e sociais, e com o objetivo principal de reunir pesquisadores, profissionais, produtores, ambientalistas, estudantes, para uma grande discussão sobre SPDP, visando a troca de experiências e fomentar a adoção do Sistema de Plantio Direto, nas diversas regiões do Brasil, a Federação Brasileira de Plantio Direto na Palha está promovendo o 10º Encontro Nacional de Plantio Direto de Plantio Direto na Palha, a ser realizado na cidade de Uberaba, na região do Triângulo Mineiro.

Informações Gerais

Localização do Evento