CI

20º Congresso Brasileiro do Agronegócio

Realizado anualmente desde 2002, o Congresso Brasileiro do Agronegócio (CBA) já faz parte da agenda dos principais formadores de opinião e dos executivos que atuam no agronegócio brasileiro. 

Em sintonia com os acontecimentos e aprendizados recentes, a ABAG e a B3 promoverão a 20ª edição do CBA no próximo dia 02 de agosto, este ano novamente no formato ONLINE, sob o tema Nosso Carbono é Verde, uma ampla discussão sobre o peso geopolítico que o Brasil tem no campo da segurança alimentar e energética, a importância da preservação do meio ambiente, a necessidade de mecanismos financeiros eficientes e sobre os investimentos sustentáveis, baseados no ESG.

Nosso Carbono é Verde
A pandemia de Covid-19 acelerou as discussões sobre a segurança alimentar e nutricional no mundo. A visão dos negócios tradicionais do Triple Bottom Line, medidos em termos sociais, ambientais e econômicos, adquiriu outra dimensão. Em paralelo, emergiu e ganhou foco a implementação prática dos investimentos sustentáveis, com base no sistema de governança socioambiental (ESG, na sigla em inglês).
No agronegócio, o Brasil integra o bloco de países diferenciados na megabiodiversidade. Como protagonista global nas cadeias alimentares e de bioenergia, cabe alinhar-se com a diplomacia internacional como a União Europeia, os Estados Unidos e a China. Com eventos importantes sobre mudanças climáticas, os cenários deste ano apontam em três direções: cumprimento do acordo de Paris, de 2015; prestação de serviços ambientais; e atendimento do mercado de carbono.

O 20o Congresso Brasileiro do Agronegócio está qualificado dentro da agenda global com a estratégia de atender os objetivos ESG. Ao declarar que nosso Carbono é Verde, aquele que vem da conservação da floresta, o CBA traz a solução que valoriza e remunera o produto dos serviços ecossistêmicos.

A estratégia de adquirir o Crédito de Floresta com o objetivo de garantir a conservação de florestas, qualifica-se como atitude “ESG” por garantir a preservação de fauna, flora, equilíbrio do fluxo hidrológico, manutenção dos reservatórios de carbono e por estimular a produção sustentável, dentre outros benefícios, por meio do Pagamento por Serviços Ambientais.

Energia Limpa e Sustentável

O Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas para a Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura (Plano ABC) foi criado em 2011. Seu modelo dinâmico serve de referência para as políticas públicas de sustentabilidade no setor agropecuário. Esse processo envolve novas tecnologias e mutações nas regras formuladas pelos governos e organismos internacionais.

Na matriz energética nacional, a produção e o consumo das fontes de energia limpa protegem o meio ambiente e melhoram a qualidade de vida. A Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio) usou referências regulatórias dos Estados Unidos e da União Europeia. Esse instrumento apoia a indústria de biocombustíveis até em países emergentes e ajuda o Brasil atingir as suas metas do Acordo de Paris (COP 15).

Informações Gerais

Localização do Evento