4º Congresso Internacional de Desenvolvimento Econômico Sustentável na Indústria de Base Florestal e de Geração de Energia

Alguns dos mais respeitados pesquisadores e especialistas do setor florestal estarão em Porto Alegre entre os dias 10 e 11 de dezembro para o Madeira 2008. O 4º Congresso Internacional de Desenvolvimento Econômico Sustentável na Indústria de Base Florestal e de Geração de Energia tem como objetivos mobilizar as lideranças do segmento a fim de desencadear o fortalecimento progressivo da indústria nacional por meio do debate e do estudo das questões de interesse do cluster e da sociedade.

O tema do primeiro painel, na manhã da quarta-feira (10/12), que ocorrerá no Hotel Plaza São Rafael, é emblemático para o cenário de incerteza diante da turbulência global: "Investimentos da indústria de base florestal, influência do câmbio nos negócios, estabilidade econômica e aumento da capacidade de produção setorial. Ameaças, oportunidades e estratégias sugeridas", sob a moderação do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge.

No mesmo dia, à tarde, Lynn Wright, da Universidade do Tennessee (EUA), figura como a palestrante-âncora do painel "Biomassa energética, plantações florestais, biocombustíveis, segurança alimentar e novas tecnologias a partir da biomassa florestal". Ela é considerada uma das mais renomadas especialistas em biomassa para geração de energia do mundo pelo integrante do Conselho Empresarial & Científico do Madeira 2008, Laércio Couto.

O engenheiro florestal e professor adjunto da Universidade de Toronto (Canadá), onde fez doutorado, explica que a importância do evento é decisiva neste momento exatamente porque o setor florestal é fundamental para a economia do Brasil. "Temos, no País, uma produção bastante desenvolvida de papel e celulose a partir de florestas plantadas de eucalipto. Contudo, existem outras aplicações como a siderurgia, na qual é feita a redução do minério de ferro para a forma guza a partir do carvão vegetal de florestas plantadas de eucalipto e de madeira proveniente de alguns biomas nativos como o cerrado", esclarece Couto. Ele estima existir um déficit em torno de 1 milhão de hectares de plantações de eucalipto só para o fornecimento de carvão vegetal ao setor siderúrgico.

O pós-doutorado na Colorado State University (EUA) destaca, ainda, que novas tecnologias também serão abordadas no Madeira 2008 como, por exemplo, a geração de energia elétrica e de etanol celulósico (combustível) tendo como base a biomassa de origem florestal. Esses processos envolvem a hidrólise enzimática e a hidrólise ácida que deverão ser tratadas pelo professor Daltro Garcia Pinatti, um dos maiores especialistas do Brasil na área de produção de eletricidade a partir de biomassa agrícola, florestal e mesmo de lixo urbano. Pinatti participará do mesmo painel de Lynn Wright.



Inscrições para o Madeira 2008

As inscrições são gratuitas e efetivadas somente por meio do site www.madeira2008.com.br até 4 de dezembro. A partir dessa data, novas inscrições serão aceitas no local do evento, nos dias 10 e 11 de dezembro.

Informações Gerais

  • 10/12/2008 à 11/12/2008
  • RS - Porto Alegre
    Hotel Plaza São Rafael
  • Website do Evento
  • Gratuíto

Localização do Evento