58ª Festa do Figo e 13ª Expogoiaba

Situado na região de Campinas, Valinhos tornou-se conhecida como a 'Capital Nacional do Figo Roxo', cultura implantada na região no início do século passado por imigrantes italianos, mais precisamente por Lino Busatto e família. A goiaba é bem mais recente, teve maior expansão no cultivo, pelas mãos de descendentes japoneses, a partir da década de 80.

Em 1939, com a nomeação de Monsenhor Bruno Nardini como vigário da Paróquia de São Sebastião, o figo ganha ainda mais notoriedade. Homem dinâmico e líder nato, Monsenhor Bruno dá início a uma campanha para a construção da nova Matriz de São Sebastião. Para isso, une os chacareiros e a comunidade e cria uma pequena quermesse, que tinha por principais objetivos arrecadar fundos para a construção da nova Matriz e ajudar os chacareiros na comercialização de seus frutos.

A empreitada de Monsenhor Bruno dá tão certo que, no ano de 1949, a pequena quermesse ganha porte de festa e é oficializada como 1ª Festa do Figo pela Secretaria de Agricultura. Hoje, a Festa do Figo, é o principal evento turístico de Valinhos.

O cultivo da goiaba é mais recente, teve maior expansão a partir da década de 80 e hoje disputa espaço com o figo em números de produção. A fruta é tradicionalmente cultivada por imigrantes japoneses e seus descendentes, que desenvolveram uma técnica especial de poda para colher os frutos quatro vezes ao ano. Na cidade, são cultivadas as variedades rugosa vermelha, kumagai branca e rio vermelha.A maioria dos produtores está concentrada na região do Macuco, Reforma Agrária e Capivari, distante treze quilômetros do centro de Valinhos e onde vivem as famílias descendentes de italianos e japoneses.

Informações Gerais

  • 13/01/2007 à 28/01/2007
  • SP - Valinhos
    Parque Municipal Monsenhor Bruno Nardini
  • Website do Evento
  • Gratuíto

Localização do Evento