CI

A Inovação dos Bioinsumos na Agricultura Brasileira

A inovação dos bioinsumos na agricultura brasileira é tema de painel com empresas pioneiras no setor

Mercado atual, tendências promissoras para o segmento e as tecnologias mais inovadoras em linha no País serão discutidas por quatro especialistas; de baculovírus a drones, biológicos já movimentam R$ 1 bilhão no campo

São Paulo – Ocorre na próxima terça-feira, 27, o painel A Inovação dos Bioinsumos na Agricultura Brasileira, com transmissão pelo YouTube. Com apoio do Instituto Ânima de Educação, e da consultoria de informações para o agronegócio Spark Inteligência Estratégica, o encontro reúne quatro especialistas em tecnologia e negócios na área de bioinsumos: André Dias, Marcelo Giuliano, Marcelo Poletti e Nei Sallis Brasil.

O painel será mediado pela jornalista de agronegócios Fernanda Campos e interativo com a audiência. As inscrições, gratuitas, devem ser feitas no link www.fonteagro.com.br

Dados apurados na safra 2019-20, pela Spark Inteligência Estratégica, mostraram que a comercialização de bionsumos naquele período movimentou US$ 200 milhões, ou aproximadamente R$ 1 bilhão, somente na cultura da soja, com crescimento de 30% ante o ciclo anterior. A Spark promete para as próximas semanas o resultado da safra 2020-21. Principal executivo da Spark, o engenheiro agrônomo André Dias encerrará o painel com uma apresentação, robusta, sobre o futuro dos bioinsumos no Brasil.

Marcelo Giuliano, engenheiro agrônomo e diretor de negócios da AgBiTech Brasil, faz apresentação inédita com ênfase na revolução tecnológica dos baculovírus, liderada pela empresa de origem australo-americana, hoje a líder do mercado de bioinseticidas para controle de lagartas nas culturas de soja, milho e algodão. Em apenas quatro safras no Brasil, a AgBiTech desenvolveu soluções biológicas de ponta como o biolagarticida Cartugen®, tido como uma ferramenta revolucionária no manejo da lagarta Spodoptera frugiperda.

O emprego dos drones na aplicação de defensivos agrícolas biológicos é tema do mestre em engenharia aeronáutica Nei Sallis Brasil. Ele é também fundador da VOA, uma empresa disruptiva, de base tecnológica, atrelada ao emprego de drones na agricultura, sediada na cidade paulista de São José dos Campos. A VOA especializou-se em aplicações de defensivos agrícolas de matriz biológica nas lavouras do País.

CEO da Promip, o engenheiro agrônomo Marcelo Poletti relatará o avanço da empresa, pioneira no desenvolvimento de bioinsumos e do manejo integrado de pragas (MIP). Aberta em 2006, ligada à incubadora da Esalq – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP -, em 2012 a Promip transferiu sua estrutura para o município de Engenheiro Coelho (SP), onde funcionam uma biofábrica e um centro de pesquisas. Na cidade vizinha de Conchal, a Promip mantém ainda uma fazenda modelo, para estudos de ponta em sua área de atuação.

Informações Gerais

Localização do Evento