Curso sobre boas práticas agrícolas na produção do abacaxi com sustentabilidade

O abacaxi é uma cultura de elevada importância econômica e social. No Brasil o abacaxi é cultivado em todos os estados. É uma cultura com predomínio de pequenos produtores que, muitas vezes, cultivam áreas inferiores a um hectare. A distribuição da produção por regiões fisiográficas em 2016 (IBGE, 2018) mostra o Norte com a maior participação (34,35%), seguido do Nordeste (32,34%) e do Sudeste (26,95%), regiões que, em conjunto, contribuem com 93,64% da produção nacional. O abacaxizeiro ocupa a terceira colocação entre as principais fruteiras produzidas no Brasil. Em 2016 a área colhida com o abacaxi foi de 66.699 hectares que possibilitou a produção de 1,8 bilhões de frutos (IBGE, 2018). O Brasil é o segundo maior produtor de abacaxi com cerca de 10,4% da produção mundial. Na última década, a produção brasileira ficou entre 2,2 e 2,7 milhões de toneladas e existe a expectativa de que pode aumentar para 2,9 milhões de toneladas nos próximos anos (OCDE-FAO, 2015). A produtividade média da abacaxicultura brasileira em 1975 era de apenas 12.460 frutos/ha. Ao longo dos anos, com a criação da Embrapa Mandioca e Fruticultura e a contribuição de uma série de outras instituições de pesquisa, tecnologias sustentáveis e inovadoras têm sido geradas, adaptadas, disponibilizadas e inseridas no sistema produtivo do abacaxi, com aumentos significativos no rendimento médio da cultura que, em 2016 chegou a 26.148 frutos/ha. O curso abordará os principais aspectos da cadeia produtiva do abacaxi, com foco na sustentabilidade da cultura, e especial atenção para o manejo integrado de pragas e doenças, manejo do mato e conservação do solo, apresentados em segmentos teóricos e práticos.

Mais Informações:
cnpmf-inscricao@embrapa.br
+ (75) 33128144

Informações Gerais

  • 24/09/2018 à 28/09/2018
  • BA - Cruz das Almas
    Cruz das Almas, BA, 44380-000, Brasil
  • Website do Evento
  • Gratuíto

Localização do Evento