Dia de Campo - Pasto para solos de baixa produtividade

Esta edição do Dia de Campo na TV vai ao ar no dia 22 de março, pelo Canal Rural (Net/Sky), a partir das 9h. E no dia 24 de março, às 7h, pela NBR (TV do Governo Federal, captada por cabo ou por parabólica), com reprises aos domingos, às 17h; às terças-feiras, às 11h30; às quintas-feiras, às 15h; e aos sábados, às 7h.

O capim Tupi, nova variedade de Brachiaria humidícola que a Embrapa coloca à disposição dos produtores é uma alternativa para as áreas úmidas sujeitas a alagamentos temporários e para os solos pobres. Com crescimento rápido, o capim Tupi é mais produtivo na seca que a humidícola comum.

A nova cultivar faz parte de uma coleção trazida da África em estudos na Embrapa mais de 20 anos. A planta, registrada com o nome de BRS Tupi, é resultado de uma seleção de plantas coletadas em Burundi, no leste da África, pelo Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), da Colômbia.

Ao lançar uma cultivar, a Embrapa se preocupa em colocar no mercado exemplares mais bem adaptados, além de abrir a possibilidade de o produtor diversificar suas áreas de pastagens, que a monocultura não é recomendada. A BRS Tupi passou por testes em áreas de Cerrado, Mata Atlântica e na região Norte, e se destacou por seu vigor e capacidade de produção. Também ganhou destaque nos testes de persistência de pastejo, capacidade de suporte e desempenho animal. Além disso, mostrou-se mais vigorosa, produtiva, palatável, com rapidez de estabelecimento, resistente a pragas e permitindo ganhos de peso animal superior às demais plantas.

Segundo os pesquisadores, a planta é uma alternativa de uso para áreas sujeitas a alagamentos temporários e como poucos materiais disponíveis para solos rasos e com problemas de drenagem, acredita-se que esta será bem recebida pelos produtores, principalmente nas regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste. A cultivar BRS Tupi deve ser semeada nas águas, de outubro a fevereiro, com quatro quilos de sementes puras viáveis, na profundidade de três a cinco centímetros de profundidade.

Dia de Campo na TV sobre Pasto para solos de baixa produtividade  foi produzido pela Embrapa Gado de Corte (Campo Grande/MS) e pela Embrapa Informação Tecnológica (Brasília/DF), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Outras emissoras que transmitem o DCTV

TV Educativa de São Carlos - SP (canal 48) – quinta-feira, às 18h

TV Sete Lagoas - MG (canal 13) - quinta-feira, às 20h e sábado, às 11h

TV Itararé Campina Grande - PB - sábado, às 8h

TV Rio Preto Unaí - MG – sábado, às 10h e domingo às 13h

TV Agromix Campo Grande - MS – www.agromix.tv

TV Coop Fecoagro - SC - www.fecoagro.coop.br

Saiba mais sobre a programação no site http://www.embrapa.br/diacampo e confira as reportagens na Videoteca Embrapa http://www.youtube.com/user/VideotecaEmbrapaA Embrapa Informação Tecnológica também comercializa os DVDs com o programa completo pela Livraria Embrapa, pelo telefone (61) 3448 4236 e 3340 9999 ouhttp://www.embrapa.br/liv.

 

Mais informações

Embrapa Gado de Corte

www.cnpgc.embrapa.br

Eliana Cezar Silveirajornalista (DRT 15.410/SP)

E-mail: eliana.cesar@embrapa.br

Telefone: (67) 3368 2142

 

Embrapa Informação Tecnológica

http://www.embrapa.br/diacampo

Maria Luiza Brochadojornalista (DRT-DF 763 0574-v)

E-mail: maria-luiza.brochado@embrapa.br

Tel.: (61) 3448 4807

 

Informações Gerais

  • 22/03/2013 à 22/03/2013
  • MS - Campo Grande
    Canal Rural (Net/Sky), NBR (TV do Governo Federal, captada por cabo ou por parabólica)
  • Gratuíto

Localização do Evento