I Encontro Estadual de Piscicultores

No próximo ano, Dourados-MS realizará o I Congresso Brasileiro de Produção de Peixes Nativos de Água Doce e o I Encontro Estadual de Piscicultores, entre os dias 28 e 31 de agosto, em Dourados, MS. Os eventos terão a promoção da Sociedade Brasileira de Aqüicultura e Biologia Aquática (Aquabio) e Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República (Seap/PR) e realização da Embrapa Agropecuária Oeste, Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

No lançamento, ocorrido na Unidade da Embrapa em Dourados, estiveram presentes os diversos representantes das instituições envolvidas que destacaram a importância do evento para o setor da aqüicultura do país. Segundo o chefe-geral da Embrapa Agropecuária Oeste, Mário Artemio Urchei, o Congresso possibilitará """"a troca de experiências entre os poderes públicos, as instituições privadas, as universidades e os demais setores. Além da discussão técnico-científica que permitirá nortear o setor e apontar rumos para o desenvolvimento desta importante cadeia produtiva e consolidar mais uma alternativa tecnológica para a região e para o país"""".

A presidenta da Aquabio, a professora Elisabeth Criscuolo Urbinati (FCAV/CAUNESP), também espera que o evento levante informações para a elaboração de um documento, que contenha o diagnóstico da piscicultura na região e subsídios para o desenvolvimento de políticas públicas e investimentos.

""""Durante o congresso, podemos conhecer as demandas dos piscicultores e, a partir disso, preparar um relatório técnico. A piscicultura vem crescendo muito nos últimos anos e a sociedade científica tem nas necessidades da comunidade seu objeto de estudo e este apoio mútuo contribuirá para a solução de diversos problemas. O produtor cria a demanda e a pesquisa tenta solucioná-la"""", espera Elisabeth.

A professora mencionou ainda que a formação de redes, como o Núcleo de Pesquisa em Aqüicultura de Mato Grosso do Sul (Nupaq-MS), sediado na Unidade da Embrapa em Dourados, """"possa ser uma das melhores metodologias para se aplicar ao setores de produção, já que isso favorece a cadeia produtiva e fortalece os parceiros. Desta forma, até a captação de recursos junto às instituições de fomento pode ser incrementada"""".

O Nupaq-MS completou um ano em outubro passado e agora encontra-se em fase de consolidação. Entre os resultados das atividades deste primeiro ano de trabalho está a implantação do Laboratório de Piscicultura na Embrapa Agropecuária Oeste.

A necessidade de se realizar um congresso veio como resultado dos debates e percepções realizados pelas entidades e instituições participantes da Câmara Setorial de Piscicultura do Estado. O coordenador da Câmara, João Lorena Campos, lembra que """"a piscicultura está chamando a atenção do mercado e Mato Grosso do Sul tem-se mostrado um produtor em potencial. O encontro permitirá que o piscicultor adquira mais conhecimento e o partilhe com os demais"""".

O congresso debaterá temas atuais da atividade como o cenário da piscicultura por região do país, comercialização e linhas de crédito, manejo da piscicultura e meio ambiente, nutrição e alimentação, melhoramento genético e reprodução, qualidade de água, entre outros assuntos.

Informações Gerais

  • 28/08/2007 à 31/08/2007
  • MS - Dourados
    Embrapa Agropecuária Oeste
  • Website do Evento
  • Gratuíto

Localização do Evento