IV Congresso Brasileiro de Biometeorologia

MUDANÇAS CLIMÁTICAS: IMPACTO SOBRE O HOMEM, A PLANTA E O ANIMAL
Tem sido observado ao longo do tempo que o efeito dos fenômenos meteorológicos deve ser conscientemente avaliado e diagnosticado, atendendo às necessidades de uma população que cresce rapidamente e cujas atividades afetam substancial e negativamente o meio ambiente. Em todas as partes do globo tem crescido a necessidade de se obter e transferir dados meteorológicos em tempo real. visando dar suporte às diversas atividades como a agropecuária, os recursos hídricos, a construção civil, o monitoramento ambiental, etc.

A Biometeorologia é uma ciência que visa especificamente estudar os efeitos dos fatores atmosféricos sobre os organismos vivos, sendo um dos ramos da Ecologia e da Climatologia. Em termos gerais, ocupa-se dos efeitos do estresse climático e das estratégias de modificação ambiental, com o intuito de minimizar o efeito do ambiente climático sobre os seres vivos e melhorar o seu desempenho orgânico.

Em relação ao ser humano, a Biometeorologia ocupa-se dos efeitos diretos e indiretos das variações atmosféricas e climáticas sobre a saúde, com destaque para as áreas da pneumologia, da alergologia, da otorrinolaringologia, da cardiologia, da neurologia e da endocrinologia, entre outras. Também envolve estudos a respeito dos impactos decorrentes da atividade humana sobre a atmosfera e o meio ambiente natural, além de ocupar-se do conforto térmico humano no que diz respeito ao planejamento arquitetônico e urbanístico.

A relação da Biometeorologia com a produção animal está diretamente associada à interação entre animais e ambiente, envolvendo a influência dos efeitos meteorológicos e climáticos sobre a produção e o comportamento animal. Estas interações assumem uma importância fundamental, quando se consideram as relações entre o bem estar animal e a segurança alimentar juntamente com as relações interdisciplinares entre o meio e o setor produtivo.

Quanto à área vegetal, o desenvolvimento de novas tecnologias é imprescindível para possibilitar a redução dos impactos negativos das mudanças climáticas e das adversidades meteorológicas sobre os vegetais em geral. Neste contexto, a Biometeorologia vem ganhando uma crescente importância.

O IV Congresso Brasileiro de Biometeorologia teve os seus objetivos e finalidades traçados de uma forma a contribuir para trazer à sociedade brasileira novos conceitos e tecnologias, que ajudem a minimizar os efeitos climáticos adversos sobre a saúde, reduzir a poluição ambiental, melhorar a produtividade agropecuária e gerar novas oportunidades de emprego e uma melhor distribuição de renda.

Informações Gerais

Localização do Evento