Fenagri 2021 será híbrida

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
Imagem: Marcel Oliveira
IRRIGAÇÃO

Fenagri 2021 será híbrida

Evento é uma vitrine para a promoção negócios, e divulgação do Vale do São Francisco
Por: -Eliza Maliszewski

A 28ª Feira Nacional de Agricultura Irrigada (Fenagri 2021), será realizada, pela primeira vez, de forma híbrida, com eventos online e parte da programação presencial, de 6 a 9 de outubro, no novo Pátio de Eventos Ana das Carrancas, em Petrolina (PE).
 
Considerada a maior feira de fruticultura irrigada da América Latina, a Fenagri é uma vitrine para a promoção e realização de negócios, transferência de tecnologias e a divulgação, em todo o mundo, das potencialidades do Vale do São Francisco.
 
“Nesta edição, nosso foco será a ‘Agricultura Digital: Tecnologia e Inovação’ e a feira, em função da pandemia da Covid – 19, irá obedecer aos protocolos de segurança com medidas a exemplo da manutenção do distanciamento social, cumprimento de horários e acessos separados para visitantes e expositores, controle de público, além do uso obrigatório de máscaras e álcool gel”, ressaltou o prefeito de Petrolina, Miguel Coelho.
 
Em parceria com a Associação dos Produtores e Exportadores de Hortigranjeiros e Derivados do Vale do São Francisco (Valexport), a prefeitura de Petrolina está montando uma vasta programação com destaque para mostra de produtos e serviços, fórum sobre as perspectivas do agronegócio brasileiro, workshop, seminário, minicursos e o Agritec, apresentando inovações do agronegócio regional.
 
A partir do tema do debate ‘O impacto do agronegócio no ODS 2 (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) - Fome Zero e Agricultura Sustentável Investimento Social Privado’, o presidente da Valexport, José Gualberto, lembrou que a feira, ao longo desses anos, ajudou a consolidar o Brasil como o terceiro maior produtor de frutas e um dos países que mais exporta em todo mundo.
 
“Nosso Vale produz hoje numa área de 250 mil hectares 2,4 milhões de toneladas de frutas que movimentam cerca de R$ 7,7 bilhões por ano.  Somente as culturas de uva e manga são responsáveis respectivamente por 98% e 87% das exportações do País”, acrescentou. Gualberto enfatizou ainda o potencial do Vale para a inserção de novas variedades de fruteiras e cobrou do Governo Federal mais crédito para os produtores e mais investimentos para a pesquisa agropecuária e extensão rural.
 
Até a realização da feira, em outubro, os organizadores irão realizar uma série de eventos de envolvimento e preparação a exemplo de um webinar (conferência online ao vivo) com o tema ‘A realidade ampliada do Nordeste - Transposição do Rio São Francisco’ que está programado para o próximo mês de julho. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink
MA - Açailândia ver mais
Boi Gordo 15Kg
Vaca Gorda 15Kg
MA - Altamira do Maranhão ver mais
Boi Gordo 15Kg
Vaca Gorda 15Kg
MA - Alto Alegre do Pindaré ver mais
Boi Gordo 15Kg
Vaca Gorda 15Kg
MA - Amapá do Maranhão ver mais
Boi Gordo 15Kg
Leite 1L
Vaca Gorda 15Kg
MA - Amarante do Maranhão ver mais
Boi Gordo 15Kg
Vaca Gorda 15Kg
MA - Araguanã ver mais
Boi Gordo 15Kg