Webinar internacional discutirá manejo de gafanhotos
CI
Imagem: Pixabay
PRAGA

Webinar internacional discutirá manejo de gafanhotos

O evento terá a participação da Embrapa, da FAO e do Centre for Agricultural Bioscience International
Por:

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em parceria com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o Centre for Agricultural Bioscience International (CABI) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), realiza na próxima quinta-feira (27), às 14h, o webinar internacional “Inovações e Estratégias no Manejo de Gafanhotos”. 

O evento será transmitido pelas redes sociais do Mapa (Youtube e Facebook), e contará com a participação do diretor do Departamento de Sanidade Vegetal e Insumos Agrícolas da Secretaria de Defesa Agropecuária, Carlos Goulart, da diretora de Controle Biológico de Ervas Daninhas do CABI, Hariet Hinz, e do representante da FAO no Brasil, Rafael Zavala. 

Moderado pela auditora fiscal federal agropecuária Juliana Alexandre, o bate-papo traz como convidados o pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Marcos de Faria, que irá falar sobre os avanços da pesquisa com agentes de controle biológico no Brasil. Também participa a principal cientista da CABI, Belinda Luke, que irá compartilhar um caso de sucesso no uso de agentes de controle biológico no controle de gafanhotos na África. 

Monitoramento

O Mapa tem realizado ações de prevenção fitossanitária diante da formação de nuvens de gafanhotos que causam impacto devastador principalmente nas lavouras da Argentina. Segundo o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar da Argentina, as nuvens de gafanhotos estão concentradas no norte do país, e a área de risco está longe da fronteira com o Brasil. 

Ainda assim, a Secretaria de Defesa Agropecuária do Mapa permanece em alerta e atuante nas ações de prevenção e vigilância, bem como na comunicação sobre temas afetos a esta praga para melhor informar aos agricultores e à população. 

Além das nuvens de gafanhotos da espécie Schistocerca cancellata, a Argentina sofre com o aumento da população de Tropidacris collaris, vulgarmente chamados de “tucuras”, e por isso, recentemente, declarou emergência fitossanitária também para esta espécie de gafanhotos que é endêmica e tem importância econômica na América do Sul por atacar frutíferas. 

Esta espécie ocorre no Brasil, mas diferentemente do que acontece no país vizinho, não tem apresentado aumento populacional ou dispersão significativa, além de não serem considerados gafanhotos migratórios, por não formarem nuvens. 

Serviço

Webinar internacional: “Inovações e Estratégias no Manejo de Gafanhotos”
Data: 27/08/2020
Horário: às 14h – Horário de Brasília
Local: Redes sociais do Mapa – Youtube e Facebook


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Calendário