Palestra: Ferramentas para análise de risco de inseticidas microbianos

Os entomopatógenos podem persistir, multiplicar, disseminar no ambiente além das áreas de liberação e causar doenças em organismos não-alvo, logo estes agentes de controle biológico apresentam potencial para causar impacto sobre a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas, tornando-se necessária a análise dos riscos ambientais para registro e emprego dos pesticidas microbianos. Entomopatógenos podem afetar diretamente (efeitos letais e subletais) e indiretamente (supressão de alimentos) os organismos benéficos não-alvo. A ocorrência destes efeitos depende do microrganismo, da sua especificidade e forma de liberação, do seu destino e persistência no ambiente. Apesar da ampla discussão dos riscos do controle biológico ao ambiente, protocolos e métodos de avaliação do potencial de risco de entomopatógenos ainda são limitados e, a maioria se restringe a testes de laboratório com algumas espécies bioindicadoras, cuja extrapolação dos resultados em situações de campo pode ser questionável. Portanto, novas ferramentas devem ser incorporadas aos métodos tradicionais. A construção de cenários e a formulação de hipóteses de risco devem abordar diferentes níveis de organização biológica (indivíduo, população e comunidade), com metodologias estabelecidas caso a caso. Organismos não-alvo devem ser selecionados pela sua relevância ao agroecossistema e exposição ao entomopatógeno. Além das avaliações clássicas de dose-resposta (CL50 e TL50) em laboratório, devem ser incluídos estudos que detectem efeitos subletais (alterações biológicas) nestes organismos. Estes estudos devem também ser confrontados com avaliações de campo, cuja abordagem, quando aliada ao suporte estatístico apropriado, permite avaliar a multiplicidade de respostas das espécies não-alvo e estabelecer inferências sobre possíveis distúrbios no funcionamento do agroecossistema.

Informações Gerais

  • 27/10/2006 à 27/10/2006
  • DF - Brasília
    PqEB Avda. W5 Norte Final
  • Gratuíto

Localização do Evento