Plantio Direto reduz efeitos da degradação do solo

O tema principal do Dia de Campo na TV desta semana éPlantio Direto reduz efeitos da degradação do solo. O programa vai ao ar dia 2 de setembro pelo Canal Rural (Net/Sky) a partir das 9h30. E no domingo, 4, às 8h, pela NBR (TV do Governo Federal, captada por cabo ou por parabólica), com reprise na quarta-feira, às 9h10, e na sexta, às 16h.

O sistema plantio direto, que consiste na semeadura diretamente no solo com resíduos vegetais na sua superfície e em não revolvimento das camadas com arado e grade, é uma alternativa para controlar a degradação do solo. A área cultivada com soja e milho no Brasil é de aproximadamente 37 milhões de hectares, dos quais 70% utilizam o plantio direto.

A pesquisadora da Embrapa Cerrados, Arminda Moreira, explica que o plantio direto proporciona impactos positivos no solo. “É importante adotar sistemas de manejo produtivos que “sequestrem” mais carbono e nitrogênio, melhorem a eficiência do uso e armazenamento de água e a disponibilidade de nutrientes, e que contribua para a qualidade física, química e biológica do solo”, ressalta

Para que o plantio direto seja sustentável, como frisa a pesquisadora, é fundamental um bom manejo do solo associado a práticas conservacionistas, como o uso de plantas de cobertura com adequada produção de palhada, por exemplo. Dessa forma, o sistema plantio direto proporcionará impactos positivos em atributos químicos, físicos e biológicos do solo, contribuindo para a redução dos processos de degradação do solo, da água e atmosfera

O sistema plantio direto deve ser considerado como uma ferramenta da agricultura conservacionista, que requer também, obrigatoriamente, práticas de caráter mecânico, como cultivo em contorno e terraços, para não apenas o controle da erosão, mas principalmente a conservação da água, diminuindo seu escorrimento superficial e favorecendo sua infiltração no solo e o abastecimento dos lençóis freáticos.

Dia de Campo na TV sobre Plantio Direto reduz efeitos da degradação do solo é uma produção da Embrapa Cerrados (Planaltina - DF) e Embrapa Informação Tecnológica (Brasília - DF), unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Como sintonizar o programa:
Canal Rural (Net / Sky/ Parabólica) – sexta-feira a partir das 9h30
NBR (TV do Governo Federal, Saiba como acessar) - domingo às 8h, com reprise quarta-feira, às 9h10 e sexta-feira, às 16h.

Outras emissoras que transmitem o programa:
TV Educativa de São Carlos/SP (canal 48) – quinta-feira, às 18h
TV Sete Lagoas /MG (canal 13) - quinta-feira, às 20h e sábado, às 11h
TV Itararé Campina Grande/PB - sábado, às 8h
TV Agromixwww.agromix.tv , diariamente

Para aqueles que não puderem assistir ao programa, a Embrapa Informação Tecnológica comercializa cópias em DVD que podem ser adquiridas por telefone (61) 3448-4236 / 3340-9999 ou pela Livraria Embrapa – http://www.embrapa.br/liv . No site http://www.embrapa.br/diacampo  você acessa a grade completa da programação, além de reportagens dos programas.

Mais informações:
Embrapa Cerrados
www.cpac.embrapa.br
Liliane Castelões - jornalista (16.613 MtB/RJ)
E-mail:  liliane@cpac.embrapa.br
Tel.: (61) 3388-9945

Embrapa Informação Tecnológica
www.sct.embrapa.br/diacampo
Maria Luiza Brochadojornalista (DRT-DF 763 0574-V)
E-mail: malu@sct.embrapa.br
Tel.: (61) 3448 4485/4708

Informações Gerais

  • 02/09/2011 à 02/09/2011
  • SP - São Carlos
    Canal Rural, NET, SKY
  • Gratuíto

Localização do Evento