Workshop discute padronização da eletrônica em equipamentos agrícolas

Representantes das maiores empresas de equipamentos e implementos agrícolas e de institutos de pesquisas do Brasil e do exterior estarão reunidos nos dias 1 e 2 de março para discutir uma forma de padronizar a eletrônica embarcada usada em máquinas agrícolas. Um dos maiores problemas hoje, com o aumento do número de programas computacionais e de dispositivos eletrônicos de diferentes fornecedores para supervisionar e para controlar automaticamente as funções mais importantes das máquinas e implementos, é a freqüente incompatibilidade existentes entre os sistemas. A partir da década de 70, o produtor passou a conviver com uma grande quantidade de eletrônica na cabine do trator e com dezenas ou mais de metros de cabos elétricos interligando os sistemas e os sensores, porque cada um só funciona com seus componentes, e não se pode aproveitar o que já havia sido instalado anteriormente.
Desde a década de 80 tem se tentado elaborar normas para a comunicação entre dispositivos eletrônicos em máquinas agrícolas para prover um padrão aberto para interconexão de sistemas eletrônicos embarcáveis através de um barramento que é um conjunto formado por fios, conectores e dispositivos de potência. Grande parte da documentação da norma encontra-se já publicada e torna possível a implementação de redes embarcadas segundo essa padronização, que tem sido chamada de ISOBUS. As pesquisas em implementações baseadas nessa norma começaram a surgir na segunda metade da década de 1990, mostrando seus benefícios e versatilidade para diferentes aplicações. Atualmente, além dos esforços de instituições de pesquisa e associações de normas, observa-se o esforço por parte de fabricantes de máquinas, implementos e outros equipamentos para tornar a implementação dessa norma uma realidade.
Segundo Ricardo Inamasu, um dos organizadores do evento, diante da situação brasileira, um pequeno grupo de trabalho formado por pesquisadores e representantes da indústria de tratores buscou congregar a comunidade de fabricantes de máquinas e implementos agrícolas, e os fornecedores de sistemas eletrônicos aplicados a máquinas agrícolas, com o objetivo principal de estruturar o que se denominou a Força Tarefa ISOBUS-Brasil, que tem como principal proposta promover a sinergia e orientar os grupos interessados no desenvolvimento e implementação de sistemas de controle e automação para máquinas agrícolas segundo os padrões da ISOBUS internacional.
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) já criou uma Comissão de Estudos denominada Comunicação e Eletrônica Embarcada, para tratar dos aspectos da criação de uma norma brasileira, harmonizada com a norma internacional ISO. “Essa atividade é de suma importância para o reconhecimento, a divulgação e a adoção da norma no país”, afirma Inamasu.


O Workshop ISOBUS Brasil 2007 será realizado na Embrapa Instrumentação Agropecuária, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, localizada em São Carlos, interior de São Paulo, das 8 às 18 horas.

Informações Gerais

  • 01/03/2007 à 01/03/2007
  • SP - São Carlos
    Rua XV de Novembro, 1452
  • Website do Evento
  • Gratuíto

Localização do Evento