“Mesmo o NE sendo o precursor da cana, pouco se sabe sobre a indústria”
CI
Agronegócio

“Mesmo o NE sendo o precursor da cana, pouco se sabe sobre a indústria”

A novidade é que este conhecimento está aos poucos sendo reciclado graças à iniciativa educacional Estudo Municípios Canavieiros
Por:
A história da cana-de-açúcar no Brasil está intimamente ligada ao Nordeste, dizem os historiadores. A novidade é que este conhecimento está aos poucos sendo reciclado graças à iniciativa educacional Estudo Municípios Canavieiros, que leva a professores e alunos dos 6º e 7º anos da rede pública uma nova abordagem sobre o setor sucroenergético.

“Mesmo o Nordeste sendo o precursor da cultura da cana no Brasil, pouco se conhece sobre a indústria sucroenergética, hoje tão presente nesta região, principalmente em Alagoas. O Estudo Municípios Canavieiros mostrou outro lado do setor, uma nova concepção sobre a atividade,” afirma Elinaldo Gomes Peixoto, representante do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas (Sindaçúcar-AL), uma das 11 entidades e oito empresas que compõe o responsável pela iniciativa, o Projeto AGORA. Peixoto e 40 professores da rede pública participaram no dia 23/11, em União dos Palmares (AL), da oficina de encerramento da edição 2011 do Estudo naquele estado.

Segundo Peixoto, foi um prazer observar o interesse das crianças pelos produtos derivados da cana. "Elas foram aos supermercados e postos de combustíveis em busca de informações sobre o etanol e o açúcar e voltaram para a sala de aula com uma visão mais ampla e aprofundada,” relata. "Muitos possuem familiares trabalhando nas usinas, mas pouco sabiam sobre a atividade e os que imaginavam conhecer tinham informações distorcidas sobre o setor,” acrescentou.

A indústria da cana-de-açúcar está presente em Alagoas desde o século XVI e hoje é o setor que mais gera empregos formais no estado, segundo Peixoto. “As 24 indústrias de açúcar e álcool são responsáveis por cerca de 120 mil empregos diretos e 270 mil indiretos. Por isso é fundamental que, desde cedo, as crianças tenham consciência da importância desta atividade,” frisou.

Coruripe

No dia 24/11 foi a vez de Coruripe, cidade localizada no litoral sul de Alagoas, onde foi realizada a oficina de encerramento do Estudo Municípios Canavieiros naquela região. No total, foram 57 participantes entre professores e coordenadores pedagógicos.

Para Katiucia Ângelo, professora da Escola Municipal General Góes Monteiro, a atividade foi intensa. “Trabalhamos o conteúdo de forma a atribuir a devida importância às pessoas que trabalham com a cana,” explica. Segundo ela, a atividade foi muito bem recebida. “Fizeram cartazes, redações e seminários. Foi tão boa a aceitação que pretendemos dar continuidade ao Estudo Municípios no próximo ano,” destaca.
Nordeste

Em sua segunda edição, o Estudo Municípios Canavieiros abrange professores e alunos de 1,6 mil escolas e suas respectivas comunidades. Em 2011, além de São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná, foram incluidas cidades localizadas na região Nordeste, nos estados de Alagoas, Pernambuco e Paraíba.

As oficinas no Nordeste seguem até o dia 5 de dezembro.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.