“O foco da Acrissul é a aprovação do novo Código Florestal”

Agronegócio

“O foco da Acrissul é a aprovação do novo Código Florestal”

O foco é a mobilização do setor rural para a aprovação das alterações do novo Código Florestal Brasileiro
Por:
475 acessos
O presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Francisco Maia, afirmou nesta sexta-feira (29) que, após os resultados positivos da Expogrande 2011, o foco da entidade continua sendo a mobilização do setor rural para a aprovação das alterações proposta para o novo Código Florestal Brasileiro. “É uma questão de segurança alimentar nacional”, analisou. Para Maia, agora é hora de as instituições de defesa dos interesses do agronegócio deixar de lado as diferenças ideológicas para concentrar os esforços no sentido de garantir a aprovação das mudanças que realmente interessam ao setor rural.


O presidente da Câmara, Marco Maia, reafirmou nesta quinta-feira (28), em entrevista à TV Câmara, que o projeto que altera o Código Florestal (PL 1876/99) deve ser votado na próxima semana, nos dias 3 e 4. Na avaliação de Maia, já há consenso em torno de quase 98% do texto. O texto foi aprovado por uma comissão especial no ano passado e, depois disso, diversas alterações foram propostas. A expectativa, segundo Marco Maia, é que o relator, o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), incorpore as últimas mudanças propostas pelos partidos e viabilize um acordo para a votação.

Em relação ao processo eleitoral que definirá a sucessão de Francisco Maia na Acrissul. o presidente afirmou que tudo transcorre dentro dos prazos e trâmites regulares. “Nesse momento não há o que se falar em disputas. Estamos concentrados realmente na aprovação do Código Florestal”. Para Maia, só após o dia 10 de maio é que a entidade, após prestar contas de seu mandato e analisar em conjunto com associados e diretoria os resultados da Expogrande, é que será dado início aos trabalhos de sucessão na Acrissul. A eleição na entidade acontece na primeira quinzena de junho.


“A entidade goza de uma saúde financeira estável. Temos certidão positiva em todos os órgãos e instituições, graças a um trabalho de revitalização da contabilidade da Acrissul e, estamos investindo nossos esforços para consagrar o projeto ‘Acrissul Amanhã’, que irá transformar o Parque de Exposições Laucídio Coelho num shopping rural a céu aberto”, analisou Maia.

Os primeiros passos já foram dados, com a recuperação do Parque e a construção da Praça da Sustentabilidade. Na sequência, a diretoria da Acrissul irá tratar da ocupação física dos pavilhões pelas empresas e instituições que já manifestaram interesse em instalar-se no Parque. Desde abril o Banco do Brasil já opera no local com um posto de atendimento, inclusive com dois caixas eletrônicos e, na sequência virão restaurantes, empresas de nutrição, Embrapa e outras instituições que já sinalizaram positivamente para o projeto.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink