“Práticas Agroecológicas” é tema da 29ª edição de publicação da UFSM

Agronegócio

“Práticas Agroecológicas” é tema da 29ª edição de publicação da UFSM

Por:
1 acessos

“Práticas Agroecológicas” é o tema da 29ª edição da revista Ciência & Ambiente, publicação semestral editada pela Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

O novo número é dedicado integralmente às possibilidades e limites da agroecologia. Os 12 artigos discutem questões como o atual estágio de desenvolvimento técnico-científico da área analisada e o grau de sensibilização, envolvimento e assimilação dos processos agroecológicos pelas comunidades rurais.

“A idéia é questionar a agricultura convencional feita em grandes extensões e com uso de insumos pesados. A agroecologia seria o oposto disso, pois é um modelo que propõe o respeito às questões ecológicas e à diversidade de espécies vegetais e animais”, disse o editor da revista, Delmar Bressan, à Agência FAPESP.

Os arranjos sistêmicos que englobam florestas, pecuária e cultivos agrícolas como também a análise das políticas públicas orientadas para atender às novas demandas agroecológicas são mais dois assuntos presentes na revista. “Os artigos discutem diferentes aspectos de uma agricultura praticada em consonância com os princípios ditados pela ciência ecológica”, disse Bressan.

De acordo com um dos artigos da edição, "Limites e Possibilidades da Agroecologia como Base Para Sociedades Sustentáveis", a origem da agroecologia é tão antiga quanto as origens da agricultura. “No entanto, a agroecologia como campo de produção científica, bem como a aplicação de seus princípios na agricultura, surgiu a partir dos anos 1970”, explicam os autores João Carlos Costa Gomes e Marcos Borba, pesquisadores da Embrapa - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária.

No editorial da publicação, os responsáveis pela edição lembram que, “mesmo ajustada aos princípios da ciência ecológica, há certas lacunas a serem preenchidas no campo agroecológico”. Segundo Bressan, a agroecologia ainda conta com um “frágil suporte científico e tecnológico imprescindível para sustentar um novo paradigma para a agricultura”.

Todos os artigos da Ciência e Ambiente são assinados por especialistas de instituições brasileiras dedicadas à pesquisa agrícola e à extensão rural. O preço de cada exemplar é de R$ 17,50.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink