“Saberes e Sabores no Vale das Borboletas” é o novo destino turístico rural do oeste

Agronegócio

“Saberes e Sabores no Vale das Borboletas” é o novo destino turístico rural do oeste

Um lugar que lembra a importância da adoção de hábitos saudáveis e da promoção da sustentabilidade
Por:
680 acessos

Um destino que demonstra respeito à missão da natureza e preservação da própria existência. Um lugar onde o constante barulho de automóveis e buzinas é trocado pelo som dos pássaros, e o turbulento movimento das cidades é substituído pela paisagem exuberante, marcada pelo verde, pelo ar puro e pela incrível sensação de tranquilidade. Um lugar que lembra a importância da adoção de hábitos saudáveis e da promoção da sustentabilidade. Estes são alguns atrativos da “Rota Turística Saberes e Sabores no Vale das Borboletas”, lançada nesta semana, na linha Treze de Maio, em Seara. 

O roteiro é único em Santa Catarina porque mistura Turismo Rural, arte e cultura. Cinco propriedades, dois museus e um espaço teatral integram a Rota que vende, sobretudo, qualidade de vida.  As propriedades envolvidas respiram a produção orgânica; o adubo para as plantações é feito ali mesmo, todas as nascentes são protegidas, há cisternas para captação de água da chuva e o sistema de produção é feito em total equilíbrio com a natureza. Há variedade de frutas e legumes, paisagens encantadoras e muito conhecimento a ser dividido. Na Casa da Viuva Nute, por exemplo, é possível conhecer um pouco da história de Seara e sua colonização alemã, e no museu Fritz Plaumann aprender com o maior de todos os entomólogos no maior museu entomológico da America Latina. 

O evento de lançamento realizado no Eco Sítio Lindo reuniu empresários rurais que integram a rota, autoridades do Poder Público Municipal, da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), representantes do Sebrae/SC, da ACIS, do Chapecó e Região Convention & Visitor Bureau, Águas do Alto Uruguai Convention & Visitors Bureau, do Contur Oeste e do Vale das Águas.

A consultora credenciada ao Sebrae/SC responsável pelo projeto em Seara, Sílvia Nowalski,  lembrou que Seara já mostrou a força da agricultura familiar – a cidade possui 45 agroindústrias; que dá exemplo de produção saudável e que agora  os produtores rurais querem mostrar que o Turismo pode ser uma excelente alternativa para o desenvolvimento do município. “Temos um atrativo internacionalmente conhecido, que é o Museu Fritz Plaumann, e essa Rota de Turismo Rural vem para complementar esse atrativo permitindo que as pessoas tenham mais opções para vir e ficar em Seara e que a cidade possa ser um atrativo complementar a outros destinos já consolidados”, explicou a consultora.  

A iniciativa integra as ações do Projeto de Desenvolvimento Econômico e Territorial (DET) do Sebrae/SC, implementado com a parceria da Prefeitura e da Associação Comercial e Industrial de Seara (ACIS). A Rota Saberes e Sabores no Vale das Borboletas também contou com o patrocínio de algumas empresas e entidades (Agropecuária Biondo, Posto Seara, CFC Seara, Dentista Giovani Alberton, Superbom Supermercado, Versátil, Cresol, Laboratório Schell e Farmácias Milano).  

O proprietário do Eco Sítio Lindo, Lindomar Cosmann, realçou que antigamente o foco da maioria das propriedades rurais eram suínos, aves e leite. “Tive a ideia de fazer algo diferente e comecei a trabalhar com frutas e verduras. Queria ser reconhecido por isso, mas não pensei que chegaria tão longe. Em 1996 tive a oportunidade de atuar com produtos orgânicos e, desde aquela época, comecei a trabalhar com valores, ou seja, produzir e oferecer algo saudável ao consumidor. Foi um passo importante e os últimos reforços vieram com o apoio do Sebrae e a prefeitura, o que foi decisivo para o sucesso deste novo modelo de negócios, que é o Turismo”. Cosmann destacou, ainda, que as expectativas são as melhores e que o objetivo é dar continuidade e fortalecer esse trabalho. “É um privilégio oportunizar às pessoas o conhecimento sobre nossa maneira de produzir. Queremos oferecer momentos de qualidade de vida aos visitantes e ser reconhecidos por algo diferenciado que fizemos”, concluiu.  

A prefeita de Seara, Laci Grígolo, enfatizou que o município sempre teve muitos projetos nessa área, “mas precisávamos de alguém que implantasse essas ideias e aí entra o Sebrae, que atuou em várias áreas do município. O alto grau de comprometimento do DET, dos parceiros e dos proprietários que acreditaram neste desafio, foram fundamentais para que a Rota de Turismo se concretizasse”.

A secretária da Agência de Desenvolvimento Regional de Seara, Gladis dos Santos, assinalou que fará um esforço para que a Rota, que já está cadastrada na Secretaria de Estado do Turismo, Cultura e Esporte (SOL) integre as novas ações de divulgação do turismo de SC.

A gestora local do DET, Marieli Aline Musskopf, realçou a importância de fortalecer o turismo no oeste catarinense e reconheceu o comprometimento dos envolvidos com o projeto. “Quando se fala em planejamento de trabalho, nada é possível se o grupo não tem o mesmo objetivo. A união das pessoas é o que faz a diferença. Temos desafios pela frente, mas com organização e determinação em breve teremos o Turismo consolidado no município”, finalizou, destacando que o Sebrae continua a disposição no que for preciso. 

O primeiro roteiro para visitação está previsto para o próximo dia 18. Ele inclui a visita às propriedades rurais, apresentação teatral, almoço e café colonial. Os ingressos custam R$ 64 por pessoa. Outras informações pelo telefone: (49) 99174 9989 ou pelo e-mail rotasaberesesabores@hotmail.com


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink