20 anos sem aftosa marcam abertura da Exposição Agropecuária em Belo Horizonte

Agronegócio

20 anos sem aftosa marcam abertura da Exposição Agropecuária em Belo Horizonte

Minas Gerais atinge a marca de 20 anos sem ocorrência de febre aftosa
Por:
5018 acessos

A marca de 20 anos sem ocorrência de febre aftosa em Minas Gerais foi comemorada pelo setor na manhã desta quinta (2/6), durante solenidade de abertura oficial da 56ª Exposição Estadual Agropecuária, em BH.  A celebração foi também marcada pelo debate acerca dos desafios a serem superados pela pecuária mineira no campo da sanidade.

Homenageado por sua contribuição à sanidade animal no estado, o presidente do SISTEMA FAEMG, Roberto Simões, lembrou em seu discurso que é uma conquista a ser festejada, mas que, ao mesmo tempo, reforça a necessidade de que o setor dê ainda um passo além: “Temos insistido na questão, mas é inadiável que possamos ter em Minas um fundo de defesa sanitária, que nos permita continuarmos livres de aftosa, sem vacinação. Assim exige de nós a OIE e o mercado internacional”. Ele lembrou que os estados do sul do Brasil já estão adiantados nesse processo, e que Minas tem perdido, assim, em competitividade frente a mercados mais exigentes.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, João Cruz, disse estar trabalhando pela questão, por também entender que o fundo é de grande importância para que as carnes mineiras estejam habilitadas a disputarem novos mercados. “Sabemos desse anseio da FAEMG, mas o problema é exatamente que a proposta de um fundo de defesa agropecuária elaborada pela FAEMG ficou tão boa, tão inovadora, que o Governo Estadual decidiu copiar e utilizá-lo como base para o projeto de modernização da frota mineira, para que sejam ambos remetidos como um pacote à Assembleia Legislativa. Mas a boa notícia é que esse projeto já deve estar chegando hoje na Assembleia”.

O vice-governador Antônio Andrade também reiterou a importância de que os pecuaristas mineiros possam contar com mais esta garantia o quanto antes: “Temos muito orgulho por alcançarmos a marca de 20 anos sem nenhum caso de febre aftosa, mas temos sim que caminhar para a livre vacinação, para que a agropecuária de Minas possa seguir firme em sua contribuição para as exportações e a economia do estado e do país”.
 
EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA
 
Até domingo (5/6), o Parque da Gameleira abriga uma das mais completas mostras do trabalho do homem do campo. Além da pecuária, com mostra e julgamento de equídeos e bovinos, esta edição trouxe novidades, como a participação dos segmentos da floricultura, piscicultura, feira do pró-genética com a venda de touros e matrizes e cursos com variados temas do agronegócio. Realizado pelo Governo de Minas e SISTEMA FAEMG, o evento tem o objetivo de apresentar o potencial do agronegócio mineiro nestes segmentos e fomentar  a prospecção e a realização de negócios, inclusive com os leilões de equídeos.

Para o presidente da FAEMG, Roberto Simões, além do caráter negocial, outro importante objetivo é apresentar a realidade rural ao público urbano: “Em tempos de intensa urbanização, esta é uma função social, didática, de trazer às famílias e crianças da capital a oportunidade de conhecer esse universo, ter contato com os animais e conhecer a origem dos alimentos que consome”.
 
ESTANDE SISTEMA FAEMG
 
O SISTEMA FAEMG está também presente com estande institucional, onde os visitantes podem conhecer mais sobre sua atuação junto aos produtores mineiros, e sobre os mais de 300 cursos, treinamentos e programas especiais oferecidos pelo Sistema. Em espaço dedicado ao Senar Minas, foi montada uma réplica de um empório rural, onde 12 ex-alunos divulgam seu trabalho, com venda de produtos alimentícios e de artesanato aprendidos nos cursos da entidade.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink