2019: começo difícil, com recuperação ao longo do ano

Frango

2019: começo difícil, com recuperação ao longo do ano

Rabobank estima que o início do ano será desafiador para a indústria do frango
Por:
37 acessos

Em suas primeiras análises para 2019, o Rabobank estima que o início do ano será desafiador para a indústria do frango, mas ao longo do ano o setor obterá gradativa recuperação. Para o Rabobank, os efeitos das inúmeras tensões comerciais que abalaram o mundo em 2018 se alongarão 2019 adentro. Em consequência, o comércio global no primeiro semestre do ano permanecerá extremamente volátil e disputado, os exportadores concorrendo por volumes ainda restritivos. 

Entre as tensões comerciais que continuarão afetando o mercado o Rabobank cita (1) as estremecidas relações entre EUA e China, (2) as mudanças nos padrões de processamento da Arábia Saudita (proibição do pré-atordoamento no abate por choque elétrico), (3) a desabilitação de alguns exportadores brasileiros da lista de fornecedores da União Europeia e (4) os problemas atuais com as doenças animais.

Essas questões – afirma o Rabobank – continuarão a impactar o fluxo e o preço da carne de frango no comércio internacional nos próximos meses. Sob tais condições é fundamental restringir as ofertas de forma a manter os mercados equilibrados. Com esse espírito é sugerido a exportadores como EUA, União Europeia e Tailândia que sigam “os passos bem-sucedidos adotados por Brasil, África do Sul e Rússia”.
 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink