3,9 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos têm destino adequado no RS
CI
Agronegócio

3,9 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos têm destino adequado no RS

Estado é responsável por 11% da destinação total do Brasil
Por:

O Sistema Campo Limpo (logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos) destinou de forma ambientalmente correta 3.950 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas no Rio Grande do Sul de janeiro a setembro deste ano. O número indica um crescimento de 9% em relação ao mesmo período de 2014 e representa 11% do total destinado pelo Brasil. Segundo análise do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), 36.925 toneladas foram destinadas em todo o país no período, valor 6% superior ao resultado do ano passado.


Desde o início das operações do Sistema Campo Limpo, em 2002, já foram destinadas mais de 360 mil toneladas do material. João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV, ressalta a eficiência do programa “Num país tão grande como o Brasil, é um desafio realizar a gestão de resíduos sólidos. Temos conseguido desempenhar nossa missão com excelência e hoje somos referência mundial na área. ”


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.